URGENTE: OMS declara pandemia

Imagem
A Organização Mundial da Saúde (OMS) declara uma pandemia do coronavirus, num reconhecimento de que a mera estratégia de conter a proliferação da doença já não seria suficiente. A classificação significa que uma transmissão recorrente está ocorrendo em diferentes partes do mundo e de forma simultânea.
Na prática, ao anunciar a pandemia, a agência de Saúde indica que governos devem trabalhar não mais para apenas conter um caso. Mas atuar para atender uma parcela da população mais ampla e vulnerável. Estratégias direcionadas apenas para identificar casos e isolar pessoas precisam ser trocadas para um plano sanitário que possa focar em evitar mortes.

A mudança no status não significa que a taxa de letalidade tenha sido incrementada. Mas que o risco de um contágio seria maior. Em apenas uma semana, o número de países afetados passou de 45 para mais de 110.

(Da coluna de Jamil Chade no UOL)

Igrejas querem isenção total de impostos. Uma espécie de paraíso fiscal da bonança

Congressistas evangélicos reuniram com Jair Bolsonaro para definição do percentual de impostos que às igrejas merecem pagar. Adivinhem? Zero. Parlamentares da bancada evangélica estão com a proposta prontinha para inclusão na reforma tributária que será debatida assim que terminar o recesso parlamentar.

O pedido é de isenção total, nenhum imposto a ser pago em território nacional pelas igrejas brasileiras. A intenção é retirar todas as taxas e impostos que incidirem sobre bens móveis e imóveis registrados sob o CNPJ das igrejas. Sendo assim, qualquer aquisição ou aluguel em nome das denominações será completamente livre da carga tributária.

Na ala governista a proposta tem total apoio. O presidente Jair Bolsonaro também assume posição favorável ao pedido da liderança religiosa.


Comentários

MAIS LIDAS

Maduro mandar queimar lojas da Maçonaria sob acusação de organização criminosa

Mamata | General corta contratinho de R$ 30 milhões para manter jornalistas no exterior

VÍDEO. Tratores com jatos lançam fezes sobre Parlamento francês