URGENTE: OMS declara pandemia

Imagem
A Organização Mundial da Saúde (OMS) declara uma pandemia do coronavirus, num reconhecimento de que a mera estratégia de conter a proliferação da doença já não seria suficiente. A classificação significa que uma transmissão recorrente está ocorrendo em diferentes partes do mundo e de forma simultânea.
Na prática, ao anunciar a pandemia, a agência de Saúde indica que governos devem trabalhar não mais para apenas conter um caso. Mas atuar para atender uma parcela da população mais ampla e vulnerável. Estratégias direcionadas apenas para identificar casos e isolar pessoas precisam ser trocadas para um plano sanitário que possa focar em evitar mortes.

A mudança no status não significa que a taxa de letalidade tenha sido incrementada. Mas que o risco de um contágio seria maior. Em apenas uma semana, o número de países afetados passou de 45 para mais de 110.

(Da coluna de Jamil Chade no UOL)

Fogo no parquinho: Onix perde mais um assessor. Bolsonaro demite dois em 48 horas

Ex-chefe da Comunicação de Onyx Lorenzoni, Gustavo Chaves trabalhou como pôde para ajudar a salvar Vicente Santini, ex-secretário-executivo do ministério. Acabou metendo o pé pelas mãos.

Santini foi demitido publicamente por Jair Bolsonaro. Depois, numa reviravolta, o presidente voltou atrás e decidiu que arrumaria outra cadeira para Santini no governo. Aí que Chaves errou.

Ele emitiu uma nota oficial anunciando que Santini seria realocado, o que irritou Bolsonaro, e publicou no status de seu Whatsapp a imagem de uma fênix — o pássaro da mitologia grega que renascia das cinzas. Dançou.

Resumo da ópera: Santini foi exonerado pela segunda vez em 48 horas e Gustavo Chaves seguiu pelo mesmo caminho, demitido no dia seguinte.

(com informações do DCM e o Globo)


Comentários

MAIS LIDAS

Maduro mandar queimar lojas da Maçonaria sob acusação de organização criminosa

Mamata | General corta contratinho de R$ 30 milhões para manter jornalistas no exterior

VÍDEO. Tratores com jatos lançam fezes sobre Parlamento francês