URGENTE: OMS declara pandemia

Imagem
A Organização Mundial da Saúde (OMS) declara uma pandemia do coronavirus, num reconhecimento de que a mera estratégia de conter a proliferação da doença já não seria suficiente. A classificação significa que uma transmissão recorrente está ocorrendo em diferentes partes do mundo e de forma simultânea.
Na prática, ao anunciar a pandemia, a agência de Saúde indica que governos devem trabalhar não mais para apenas conter um caso. Mas atuar para atender uma parcela da população mais ampla e vulnerável. Estratégias direcionadas apenas para identificar casos e isolar pessoas precisam ser trocadas para um plano sanitário que possa focar em evitar mortes.

A mudança no status não significa que a taxa de letalidade tenha sido incrementada. Mas que o risco de um contágio seria maior. Em apenas uma semana, o número de países afetados passou de 45 para mais de 110.

(Da coluna de Jamil Chade no UOL)

Criança se chamará Miliciano em homenagem a Bolsonaro. "Acho lindo esse nome", disse a mãe

Mãe de primeira viagem ela quer batizar o filho e colocar o nome de Miliciano em homenagem ao seu ídolo, o presidente Jair Bolsonaro. Jussara mora no interior de Minas Gerais e é mãe solteira. Vai ganhar um menino. 

Na última eleição ela não pode votar porém garantiu que seu voto seria para o candidato, naquela época, Jair Bolsonaro. Fã de carteira, ela está contente com a situação atual do país. Desempregada, mora na casa dos pais que sobrevivem apenas com o BPC (Benefício de Prestação Continuada). A renda familiar é o suficiente para pagar água, luz e fazer as comprinhas do mês.

Sem saber o significado da palavra "miliciano", a jovem de apenas 19 anos disse considerar um nome bonito e suave, além de ser diferente.

"De tanto ouvir falar nesse nome e no presidente Jair Bolsonaro, eu achei que poderia fazer essa homenagem pra ele", afirmou.


Comentários

MAIS LIDAS

Maduro mandar queimar lojas da Maçonaria sob acusação de organização criminosa

Mamata | General corta contratinho de R$ 30 milhões para manter jornalistas no exterior

VÍDEO. Tratores com jatos lançam fezes sobre Parlamento francês