Havan começa demitir. Estava tudo ok?

Imagem
A inauguração da Havan em Santa Cruz do Sul completa quatro meses nesta sexta-feira, 21. Depois da euforia da chegada da rede catarinense, pessoas que foram contratadas para trabalhar no local reclamam de demissões em massa. A situação teria começado logo após a virada do ano.

Uma das ex-funcionárias afirma que a alegação da gerência da loja envolve corte de custos em função de metas que não foram atingidas. “Eu trabalhava em outro local e pedi demissão para ir para a Havan. Fui selecionada, recebi treinamento e estive na abertura. Estava tudo bem mas no dia dois de janeiro acabei demitida”, afirma a jovem que pediu para não ser identificada.
Outro ex-funcionário da empresa, que também solicitou anonimato, alerta que as metas aumentaram depois da inauguração. “Antes era tudo uma maravilha mas depois parece que estabelecem metas para que elas não sejam atingidas”, reclama. Ele acabou demitido no dia 17 de fevereiro, justamente quando completou 90 dias de contrato. O jovem ainda alega q…

URGENTE: China fecha mercado de ações. Economia global sob ameaça

Os mercados financeiros da China permanecerão fechados até 3 de fevereiro devido a temores de coronavírus, segundo anúncios separados das bolsas de Xangai e Shenzhen.

A medida ocorre quando o surto de coronavírus de Wuhan cresce em tamanho e gravidade, com muitos temendo que possa levar a uma recessão global.

O governo chinês pode estar tentando adiar a venda de pânico até conseguir controlar o surto maciço. Mas é improvável que essa estratégia funcione devido ao grande impacto que o vírus já está causando na economia do país. Os investidores podem esperar uma grande correção nos índices chineses quando (e se) as negociações recomeçarem na próxima segunda-feira.

O impacto dessa crise certamente sangrará nos mercados americanos e poderá desencadear uma correção no mercado de ações.




Comentários

MAIS LIDAS

Deputados negociam para votarem a Reforma da Previdência

Maduro mandar queimar lojas da Maçonaria sob acusação de organização criminosa

Arábia Saudita e Rússia ameaçam romper relações com Brasil. Agora ficou bonito!