Governo anuncia novo aumento de preços de combustíveis

Imagem
A Petrobras anunciou que vai aumentar em 3% os preços da gasolina nas suas refinarias e bases, o que representa um aumento médio de R$ 0,0512 por litro. O preço do diesel permanecerá igual. Segundo a estatal, a definição do custo dos combustíveis seguirá a flutuação do mercado internacional. O reajuste mais recente feito pela Petrobras havia sido no dia 6 de fevereiro, quando a companhia reduziu os preços dos litros de gasolina em R$ 0,0756 e de diesel em R$ 0,0917
O repasse para o consumidor final nos postos dependerá de fatores como impostos, margens de distribuição e revenda e mistura de biocombustíveis.
De acordo com a ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás e Biocombustíveis), o preço da gasolina nas bombas caiu apenas 1% desde o pico de R$ 4,59 por litro atingido na semana do dia 25 de janeiro. Na semana passada, o litro do combustível era vendido no país, em média, a R$ 4,85.
(com informações da Folha)

Templos religiosos ganham mais regalias

Os templos religiosos ganham mais uma regalia do governo municipal de São Paulo. O atual prefeito Bruno Covas (PSDB) criou uma medida que concede isenção total de IPTU para todas locações de imóveis destinadas para uso religioso.

A medida é contestada fortemente pelos seus opositores políticos que disputarão ao cargo de prefeito neste ano.

Por lei, os templos já não pagavam o imposto diretamente. No entanto, com a mudança, prédios e terrenos adjuntos às igrejas também ficarão isentos se for comprovado que há vínculo com a atividade religiosa.

De acordo com informações do Estadão Conteúdo, um imóvel residencial usado por um pastor e localizado no segundo andar de um templo evangélico terá direito à isenção. O mesmo vale para salas administrativas instaladas no mesmo terreno da igreja.

(com informações de Estadão)


Comentários

Postar um comentário

MAIS LIDAS

Deputados negociam para votarem a Reforma da Previdência

Maduro mandar queimar lojas da Maçonaria sob acusação de organização criminosa

Arábia Saudita e Rússia ameaçam romper relações com Brasil. Agora ficou bonito!