"Imprecionante": O INEP está infectado pelo analfabetismo do governo

Imagem
Depois que o ministro Weintraub, da Educação, escreveu "imprecionante" em sua conta oficial no Twitter vários erros gravíssimos foram detectados em postagens relacionadas a pasta. Alunos que prestaram o Enem acusam que há erros básicos na prova de redação. O caso está sob investigação.
Mais uma falha gravíssima surgiu nas redes sociais. Desta vez quem cometeu a barbárie foi a conta do INEP, órgão responsável pela aplicação do ENEM.
A conta do Inep, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira, no Twitter cometeu um erro de português na sexta-feira, dia 17.
“Já são mais de 2,5 milhões de vizualizações (sic) das notas do Enem”, escreveu algum semianalfabeto de um governo de apedeutas.
Após a repercussão, a mensagem foi apagada.

Iraque alerta sobre grande colapso

As autoridades iraquianas temem o "colapso" econômico se Washington impuser sanções sob ameaças, incluindo o bloqueio de acesso a uma conta baseada nos EUA onde Bagdá mantém as receitas do petróleo que alimentam 90% do orçamento nacional.

O presidente dos EUA, Donald Trump, ficou indignado com a votação do parlamento iraquiano em 5 de janeiro para depor as forças estrangeiras, incluindo cerca de 5.200 tropas americanas, que ajudam soldados locais a combater os jihadistas desde 2014.

Se as tropas forem convidadas a sair, ele ameaçou: "Nós cobraremos sanções como nunca haviam visto antes".

Os EUA entregaram uma mensagem verbal extraordinária diretamente ao gabinete do primeiro-ministro Adel Abdel Mahdi, disseram duas autoridades iraquianas à AFP.

"O PMO recebeu uma ligação ameaçando que, se as tropas dos EUA forem expulsas, 'nós' - os EUA - bloquearemos sua conta no Federal Reserve Bank em Nova York", disse uma autoridade.

(com informações The Israel)



Comentários

MAIS LIDAS

Deputados querem "gorjeta' de R$ 10 milhões pra votarem a Reforma da Previdência

Maduro mandar queimar lojas da Maçonaria sob acusação de organização criminosa

Arábia Saudita e Rússia ameaçam romper relações com Brasil. Agora ficou bonito!