MEC assume que errou notas do ENEM. A coisa está feia!

Imagem
O ministro da Educação, Abraham Weintraub, admitiu neste sábado 18/I que notas do Enem foram divulgadas com erros.
"Encontramos inconsistências na contabilização e correção da segunda prova do Enem", disse ele em vídeo publicado nas redes sociais.
O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inpe) liberou na véspera os resultados do exame. Imediatamente, candidatos relataram nas redes seu estranhamento com as notas.
Na manhã deste sábado, a União Nacional dos Estudantes (UNE) comentou a confissão do ministro:

ATENÇÃO!! MEC reconhece #erronoenem

Irã reage contra mentiras dos EUA

O presidente da Organização de Aviação Civil iraniana (CAO) e vice-ministro de Transportes, Ali Abedzadeh, negou nesta sexta-feira (10) que a queda do Boeing 737, da Ukraine International Airlines, tenha sido causada por um ataque de mísseis antiaéreos do Irã. A aeronave caiu na quarta-feira (8) em Teerã, próximo ao aeroporto internacional, e matou 176 pessoas.

“Uma coisa é certa: este avião não foi alcançado por um míssil”, declarou Abedzadeh, em entrevista coletiva em Teerã. O chefe de Aviação Civil do país também afirmou que “as informações das caixas-pretas são cruciais” para a investigação e “qualquer declaração antes de que se obtenham as informações que estas caixas contêm não será a opinião de um especialista”.

De acordo com ele, 12 comitês especializados foram formados para investigar o acidente e pediu rigor científico nas acusações americanas. A revista norte-americana Newsweek informou nesta quinta-feira (9), a partir de informações de autoridades americanas e canadenses, que o avião havia sido, “sem dúvida”, alcançado por um míssil iraniano de maneira não intencional.

“Vimos alguns vídeos”, disse Abedzadeh. “Confirmamos que o avião esteve em chamas por 60, ou 70 segundos, mas dizer que foi alcançado por algo não tem qualquer base científica”, acrescentou.

(com informações da Revista Fórum)


Comentários

MAIS LIDAS

Deputados querem "gorjeta' de R$ 10 milhões pra votarem a Reforma da Previdência

Maduro mandar queimar lojas da Maçonaria sob acusação de organização criminosa

Arábia Saudita e Rússia ameaçam romper relações com Brasil. Agora ficou bonito!