MEC assume que errou notas do ENEM. A coisa está feia!

Imagem
O ministro da Educação, Abraham Weintraub, admitiu neste sábado 18/I que notas do Enem foram divulgadas com erros.
"Encontramos inconsistências na contabilização e correção da segunda prova do Enem", disse ele em vídeo publicado nas redes sociais.
O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inpe) liberou na véspera os resultados do exame. Imediatamente, candidatos relataram nas redes seu estranhamento com as notas.
Na manhã deste sábado, a União Nacional dos Estudantes (UNE) comentou a confissão do ministro:

ATENÇÃO!! MEC reconhece #erronoenem

Governo quer bancar conta de luz de igrejas

A proposta do governo provoca indignação até nos eleitores que acreditam na equipe econômica chefiada pelo ministro Paulo Guedes. Em meio a crise econômica e sem nenhum sinal de melhoria, o governo quer abrir espaço no orçamento para dar subsídio para igrejas.

O ministro Paulo Guedes já sinalizou que a sua equipe não enxerga com bons olhos a iniciativa do presidente Jair Bolsonaro. A proposta é dar isenção de pagamento de conta de luz para templos de grande porte. Denominações que possuem um quadro de membros expressivo poderão receber subsídios para pagamento de suas conta de energia.

Lideranças religiosas defendem a iniciativa.

Pastores e demais líderes religiosos do meio evangélico apoiam o presidente Jair Bolsonaro e desejam que a medida seja implementada. Os templos religiosos demandam gastos semelhantes a uma empresa de porte médio. O custo da energia tem sido um dos encargos mais caros, segundo informa um pastor que prefere o anonimato.

Caso a medida seja implementada comprometerá ainda mais o orçamento para 2020. A equipe econômica vê com preocupação.

(com informações do Estadão)


Comentários

MAIS LIDAS

Deputados querem "gorjeta' de R$ 10 milhões pra votarem a Reforma da Previdência

Maduro mandar queimar lojas da Maçonaria sob acusação de organização criminosa

Arábia Saudita e Rússia ameaçam romper relações com Brasil. Agora ficou bonito!