MEC assume que errou notas do ENEM. A coisa está feia!

Imagem
O ministro da Educação, Abraham Weintraub, admitiu neste sábado 18/I que notas do Enem foram divulgadas com erros.
"Encontramos inconsistências na contabilização e correção da segunda prova do Enem", disse ele em vídeo publicado nas redes sociais.
O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inpe) liberou na véspera os resultados do exame. Imediatamente, candidatos relataram nas redes seu estranhamento com as notas.
Na manhã deste sábado, a União Nacional dos Estudantes (UNE) comentou a confissão do ministro:

ATENÇÃO!! MEC reconhece #erronoenem

Bolsonaro reúne emergencialmente com Paulo Guedes

O presidente Jair Bolsonaro convocou o ministro Paulo Guedes para reunião de emergência. O motivo é a escalada do Irã contra os EUA após o ataque terrorista americano contra o líder militar e chefe da Quds Force, tropa de elite iraniana.

Bolsonaro já foi informado que o preço do barril de petróleo disparou no mercado externo. O aumento é parte do ataque iraniano contra mercados consumidores que dependem do petróleo como fonte principal de energia.

Guedes está reunido com o presidente Jair Bolsonaro e o resultado desse reunião pode definir novo aumento nos preços de combustíveis o que elevará o valor da alimentação, que será impactado pelo frete mais caro.

O Brasil pode ser alvo do Irã uma vez que mantém alinhamento político e econômico com o presidente Donald Trump, responsável por autorizar o ataque terrorista.

(com informações do G1)


Comentários

MAIS LIDAS

Deputados querem "gorjeta' de R$ 10 milhões pra votarem a Reforma da Previdência

Maduro mandar queimar lojas da Maçonaria sob acusação de organização criminosa

Arábia Saudita e Rússia ameaçam romper relações com Brasil. Agora ficou bonito!