Fuga em massa do PCC coloca militares em alerta

Imagem
Setenta e cinco membros do Primeiro Comando da Capital (PCC) fugiram da prisão em Pedro Juan Caballero, no Paraguai. Eles escaparam neste domingo (19), provavelmente por um túnel subterrâneo que ligava um dos pavilhões à área externa da prisão.
A facção brasileira tem forte atuação no Paraguai, devido a tráfico de drogas. De acordo com a imprensa do país, foi encontrado um túnel que ligava um dos pavilhões, voltados a presos da facção criminosa brasileira, à área externa da prisão.
O governo paraguai, no entanto, considera que parte dos criminosos possa ter fugido durante a semana sem usar o túnel. Os responsáveis pela prisão já foram afastados.
"Foi encontrado um túnel e acreditamos que esse túnel foi um recurso enganoso para legitimar ou maquiar a liberação dos presos. Há cumplicidade com as pessoas de dentro da prisão e esse é um fenômeno que acontece em todas as penitenciárias", afirmou o ministro do Interior do país, Euclides Acevedo, em nota publicada em site do govern…

Bolsonaro contrata 7 mil militares. Mutirão pelo INSS

O presidente Jair Bolsonaro decidiu convocar 7 mil militares da reserva para uma grande empreitada em favor de aposentados que aguardam o desenrolar de seus pedidos para aposentadoria. São milhares de processos paralisados nos escaninhos do INSS que não tramitam por falta de pessoal efetivo para dar encaminhamento.

Os militares convocados terão a opção de não aceitar o convite do presidente Bolsonaro, porém desperdiçaram a oportunidade dada pelo Governo Federal para receber um dinheiro a mais na conta. O trabalho não será voluntário, mas remunerado.

A expectativa é que os militares da reserva comecem trabalhar a partir do mês de Abril. 

São mais de 1,3 milhão de processos que precisam de andamento. Tarefa árdua e que pode trazer grande alívio para quem está na fila da aposentadoria.

(com informações de O Globo)


Comentários

MAIS LIDAS

Deputados querem "gorjeta' de R$ 10 milhões pra votarem a Reforma da Previdência

Maduro mandar queimar lojas da Maçonaria sob acusação de organização criminosa

Arábia Saudita e Rússia ameaçam romper relações com Brasil. Agora ficou bonito!