Coronavírus no Brasil: Ministério da Saúde nega. Quem acredita no Ministério?

Imagem
Agentes de Saúde, do estado de Minas Gerais, acionaram o sinal de alerta sobre a suspeita de infecção pela bactéria do #coronavírus em uma paciente, que deu entrada com sintomas semelhantes ao que está sendo apresentado na China.
O caso está sendo acompanhando e investigado pela SES (Secretaria Estadual de Saúde), e tratado como 2019-nCoV. A secretaria informou que mais detalhes serão repassados ainda nesta quarta-feira (22).
A idade e a identidade do paciente ainda não foram confirmados. As autoridades chinesas identificaram o novo coronavírus, que resultou em mais de 400 casos confirmados no país asiático. O primeiro caso nos Estados Unidos foi anunciado em 21 de janeiro de 2020.
O Ministério da Saúde nega
O Ministério da Saúde contrapôs a informação prestada pela SES-MG onde afirma que não há comprovação que seja o mesmo vírus. A questão é: quem acredita na informação do governo?
O ano de 2019 foi marcado por desinformação promovida principalmente pelo presidente Jair Bolsonaro e diver…

Tudo pra eles? Aposentadoria militar sem idade mínima é aprovada

Garanta os privilégios para os militares e tenham sempre os militares ao seu lado combater qualquer manifestação popular quando o povo sair as ruas clamando pelos seus direitos.

A classe política acaba de aprovar na Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional do Senado o relatório da reforma da Previdência dos militares. A proposta que foi aprovada garante vantagens sobre a aposentadoria da maioria de brasileiros que atuam na iniciativa privada e de outros servidores públicos.

Os militares receberão salário integral ao se aposentar, não terão idade mínima obrigatória e pagarão contribuição de 10%5. Com esses benefícios a economia proposta pelo ministro Paulo Guedes com a reforma previdenciária cairá drasticamente de R$ 97,3 bilhões para R$ 10,45 bilhões.

Os servidores públicos que não foram equiparados com a reforma militar lamentam e prometem manifestar nas ruas.

O parecer foi dado pelo senador Arolde de Oliveira (PSD-RJ) que preparou o texto em tempo recorde, apenas seis dias após ser designado para função. A tramitação foi recorde também, em 15 dias tudo ficou resolvido.

O que acha disso?


Comentários

MAIS LIDAS

Deputados querem "gorjeta' de R$ 10 milhões pra votarem a Reforma da Previdência

Maduro mandar queimar lojas da Maçonaria sob acusação de organização criminosa

Arábia Saudita e Rússia ameaçam romper relações com Brasil. Agora ficou bonito!