"Imprecionante": O INEP está infectado pelo analfabetismo do governo

Imagem
Depois que o ministro Weintraub, da Educação, escreveu "imprecionante" em sua conta oficial no Twitter vários erros gravíssimos foram detectados em postagens relacionadas a pasta. Alunos que prestaram o Enem acusam que há erros básicos na prova de redação. O caso está sob investigação.
Mais uma falha gravíssima surgiu nas redes sociais. Desta vez quem cometeu a barbárie foi a conta do INEP, órgão responsável pela aplicação do ENEM.
A conta do Inep, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira, no Twitter cometeu um erro de português na sexta-feira, dia 17.
“Já são mais de 2,5 milhões de vizualizações (sic) das notas do Enem”, escreveu algum semianalfabeto de um governo de apedeutas.
Após a repercussão, a mensagem foi apagada.

Homem queria se passar pela mãe

Um homem de 43 anos, maquiado e vestido de mulher, foi preso em flagrante após fingir ser a própria mãe para fazer o exame prático de direção. O caso aconteceu em Nova Mutum Paraná, em Rondônia.⠀
Heitor Márcio Schiave já havia feito a prova das balizas, quando um dos examinadores do Detran desconfiou que não se tratava de uma mulher. O servidor chamou a polícia e o homem foi detido ainda dentro do carro da auto-escola.⠀
Segundo a polícia, Heitor disse que a mãe estava em outra cidade e não sabia que ele estava se passando por ela. O suspeito não explicou o motivo de ter tentado fazer a prova no lugar da mãe. Ele foi levado para a delegacia e, depois do registro do Termo Circunstanciado de Ocorrência, foi liberado, sem pagar fiança ou multa.⠀


(Divulgação/PM)

Comentários

MAIS LIDAS

Deputados querem "gorjeta' de R$ 10 milhões pra votarem a Reforma da Previdência

Maduro mandar queimar lojas da Maçonaria sob acusação de organização criminosa

Arábia Saudita e Rússia ameaçam romper relações com Brasil. Agora ficou bonito!