MEC assume que errou notas do ENEM. A coisa está feia!

Imagem
O ministro da Educação, Abraham Weintraub, admitiu neste sábado 18/I que notas do Enem foram divulgadas com erros.
"Encontramos inconsistências na contabilização e correção da segunda prova do Enem", disse ele em vídeo publicado nas redes sociais.
O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inpe) liberou na véspera os resultados do exame. Imediatamente, candidatos relataram nas redes seu estranhamento com as notas.
Na manhã deste sábado, a União Nacional dos Estudantes (UNE) comentou a confissão do ministro:

ATENÇÃO!! MEC reconhece #erronoenem

Ex-governador em grampo: "O meu 13º já tá certo". Era a propina garantida roubada da Saúde

A operação da Lava Jato deflagrada nesta terça-feira (17) revelou mais uma cena chocante da política brasileira. No grampo realizado com autorização judicial, o ex-governador Ricardo Coutinho conversa com o seu interlocutor sobre o pagamento de propina que segundo o próprio político seria o 13º garantido.

O ex-governador da Paraíba repassou para a entidade Cruz Vermelha, entre 2011 e 2019, o montante de R$ 980 milhões. Do total, R$ 270 milhões foram destinados compulsoriamente à entidade que, segundo as investigações, faz parte como braço econômico da organização criminosa que desviou dinheiro público da Saúde naquele estado.

Coutinho em apenas três atos administrativos viabilizou e autorizou a contratação com a Cruz Vermelha que passou a fazer parte do orçamento estadual.

(com informações do Estadão).





Comentários

MAIS LIDAS

Deputados querem "gorjeta' de R$ 10 milhões pra votarem a Reforma da Previdência

Maduro mandar queimar lojas da Maçonaria sob acusação de organização criminosa

Arábia Saudita e Rússia ameaçam romper relações com Brasil. Agora ficou bonito!