MEC assume que errou notas do ENEM. A coisa está feia!

Imagem
O ministro da Educação, Abraham Weintraub, admitiu neste sábado 18/I que notas do Enem foram divulgadas com erros.
"Encontramos inconsistências na contabilização e correção da segunda prova do Enem", disse ele em vídeo publicado nas redes sociais.
O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inpe) liberou na véspera os resultados do exame. Imediatamente, candidatos relataram nas redes seu estranhamento com as notas.
Na manhã deste sábado, a União Nacional dos Estudantes (UNE) comentou a confissão do ministro:

ATENÇÃO!! MEC reconhece #erronoenem

Ateou fogo na própria mulher

O homem suspeito de matar a ex-namorada queimada morreu na noite de sexta-feira (1º) no Hospital Irmãos Penteado, em Campinas (SP).

Moacir Zanella, de 51 anos, ficou com 82% do corpo queimado após utilizar combustível para atear fogo na comerciante Nice Vieira, de 53 anos. De acordo com a Polícia Militar, o agressor não aceitava o fim do relacionamento.

O crime ocorreu no dia 27 de fevereiro. Uma funcionária da loja de propriedade de Nice relatou aos policiais militares que estava em horário de almoço quando ouviu uma discussão na parte da frente do estabelecimento.

Há reações machistas e de ódio muito forte na sociedade. Se o povo não atentar para frear a divisão que foi criada por fatores de ordem política e ideológica, a intensidade desses atos de violência tende a crescer.


Comentários

MAIS LIDAS

Deputados querem "gorjeta' de R$ 10 milhões pra votarem a Reforma da Previdência

Maduro mandar queimar lojas da Maçonaria sob acusação de organização criminosa

Arábia Saudita e Rússia ameaçam romper relações com Brasil. Agora ficou bonito!