Angola antecipa pagamento e quita empréstimo com Brasil. E agora?

Imagem
Os empréstimos brasileiros concedidos via BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) para os países africanos geraram polêmicas durante o período pré-eleitoral e eleitoral. Vários candidatos utilizaram do argumento para plataforma política e até acusações consideradas infundadas sobre lavagem de dinheiro.
Nesta segunda-feira (9) o Ministério da Economia divulgou nota onde afirma que Angola antecipou o pagamento de todas as parcelas do empréstimo adquirido via BNDES com o Brasil. O dinheiro foi repassado através de parceria entre o governo angolano, a iniciativa privada e o governo brasileiro. 
Angola honrou o compromisso e não deve mais nenhum centavo ao Brasil. Vale ressaltar que o empréstimo rendeu juros aos cofres públicos possibilitando o aumento da receita.

Vai começar a coleta de assinaturas para o Partido Aliança pelo Brasil

A criação do novo partido presidido pelo presidente Jair Bolsonaro depende de 491 mil assinaturas para ser referendado e autorizado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). O senador Flávio Bolsonaro informou que haverá bastante trabalho e mobilização no sentido de coletar o quanto antes as assinaturas.

A partir deste dia 21 de novembro vários pontos de coleta de assinaturas serão criados nas diversas capitais e municípios brasileiros.

O primeiro encontro do Aliança pelo Brasil será transmitido ao vivo pelas redes sociais. O evento deverá escolher membros da Executiva Nacional do grupo. O presidente Jair Bolsonaro, fará discurso na ocasião.

Lançado na quarta-feira (13) o partido que Jair Bolsonaro almeja criar já acumula mais de 600 mil seguidores no Facebook, Instagram e Twitter.


Comentários

  1. Se fosse só o presidente eu até que aceitaria, mais levar aqueles cabide dos filhos dele nem pensar, é muita pedra pra um burro só.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

MAIS LIDAS

Aberração | Filhas solteiras de senadores ganham 33 mil reais. "Isso vai acabar", diz Bolsonaro

Goooooool! | Governo decide acabar com auxílio-reclusão

Deputados querem "gorjeta' de R$ 10 milhões pra votarem a Reforma da Previdência