Policial ateia fogo em carro de mulher no Ceará

Imagem
Um policial militar foi preso em flagrante, suspeito de incendiar um carro na cidade do Crato, no Cariri, na madrugada desta quinta-feira (20). 
Ao jornal Diário do Nordeste, a dona do veículo, a ação ocorreu após ela fazer críticas em redes sociais à paralisação de grupos de policiais do Estado. O policial recebeu liberdade provisória após audiência de custódia.
Na saída da delegacia o autor do crime não quis falar com a imprensa. Ele responderá em liberdade.

Sergio Moro está em apuros e pede apoio popular

A força-tarefa da Lava Jato rebateu reportagem publicada neste domingo (24.nov.2019) pelo jornal Folha de S.Paulo, segundo o qual o ex-juiz e atual ministro da Justiça, Sergio Moro, teria mentido sobre o padrão da operação ao divulgar gravações telefônicas de conversas do ex-presidente Lula.

Revelações do site TheIntecerptBrasil e conjunto com a Folha estremeceram as relações institucionais entre o ministro da Justiça e o STF. O julgamento sobre suspeição de Moro nos processos da Lava Jato toma contorno de urgência.

O STF poderá a qualquer momento anular todo processo e produzir uma gigantesca mudança no cenário eleitoral. Caso o ex-juiz seja considerado suspeito e posteriormente culpado de interferir no processo eleitoral em 2018, há forte possibilidade em anular o resultado do pleito.

Sergio Moro nega que tenha feito qualquer procedimento fora da lei. O ministro fará coletiva para esclarecer detalhes do processo da Lava Jato e pede apoio da população para que a força-tarefa continue atuando no combate à corrupção.




Comentários

  1. Folha de São Paulo, não tem crédito em suas mensagens!! São falsos!! Deus está no comando de nossa nação e não permitirá que a mentira, a corrupção e outras coisas terríveis venham acontecer ll

    ResponderExcluir

Postar um comentário

MAIS LIDAS

Deputados negociam para votarem a Reforma da Previdência

Maduro mandar queimar lojas da Maçonaria sob acusação de organização criminosa

Arábia Saudita e Rússia ameaçam romper relações com Brasil. Agora ficou bonito!