URGENTE: OMS declara pandemia

Imagem
A Organização Mundial da Saúde (OMS) declara uma pandemia do coronavirus, num reconhecimento de que a mera estratégia de conter a proliferação da doença já não seria suficiente. A classificação significa que uma transmissão recorrente está ocorrendo em diferentes partes do mundo e de forma simultânea.
Na prática, ao anunciar a pandemia, a agência de Saúde indica que governos devem trabalhar não mais para apenas conter um caso. Mas atuar para atender uma parcela da população mais ampla e vulnerável. Estratégias direcionadas apenas para identificar casos e isolar pessoas precisam ser trocadas para um plano sanitário que possa focar em evitar mortes.

A mudança no status não significa que a taxa de letalidade tenha sido incrementada. Mas que o risco de um contágio seria maior. Em apenas uma semana, o número de países afetados passou de 45 para mais de 110.

(Da coluna de Jamil Chade no UOL)

PT, PDT, PCdoB aprovam Fundão Eleitoral Bilionário

Os parlamentares votaram, nesta quarta-feira, os vetos do presidente Jair Bolsonaro sobre a alteração nas regras do Fundo Eleitoral para as eleições de 2020. O contribuinte terá que arcar mais uma vez com as despesas de campanhas para prefeitos e vereadores, após o presidente Jair Bolsonaro ter vetado o uso de dinheiro público. Saldo negativo mais uma vez para o trabalhador.

O mais curioso é que dentre os parlamentares que votaram para derrubar o veto e abrir brecha para o aumento do fundão está o filho do presidente Flávio Bolsonaro. Ele votou junto com deputados e senadores do PT, PDT, PCdoB etc.

Entre os que votaram para derrubar o veto estão Fernando Bezerra Coelho, líder do governo no Senado, Eduardo Gomes, líder do governo no Congresso, Zéca Dirceu e Davi Alcolumbre.

Confira a lista dos parlamentares que usarão o dinheiro do contribuinte para campanha política.

Clique aqui.




Comentários

Postar um comentário

MAIS LIDAS

Maduro mandar queimar lojas da Maçonaria sob acusação de organização criminosa

Mamata | General corta contratinho de R$ 30 milhões para manter jornalistas no exterior

VÍDEO. Tratores com jatos lançam fezes sobre Parlamento francês