Pastor admite estupro de menor mas culpa o demônio

Imagem
O pastor de uma igreja na cidade de Gaithersburg, no estado de Maryland (EUA), foi preso nesta quarta-feira (25) após ser acusado de uma tentativa de estupro por uma menina que frequentava o local. Ao ser questionado sobre o abuso, ele afirmou que foi levado a atacar a vítima por 'demônios internos'.
Segundo informações da rede de TV norte-americana NBC, o home, identificado como Octavio Cantarero, de 42 anos, é pastor na Igreja Pentecostal Príncipe da Paz e teria invadido o quarto da jovem, que não teve a idade revelada, enquanto ela dormia.
No depoimento, a vítima afirmou que acordou com Cantarero já em cima dela, mas que conseguiu lutar com ele e fugir do quarto. Após a tentativa de estupro, ele teria tentado abafar o caso e silenciar a garota com alguns presentes, além de prometer que a colocaria em uma escola e até pagaria o aluguel de uma residência, caso ela quisesse se mudar.
Ainda de acordo com a publicação, a menina vivia em um dos quartos da igreja desde o último di…

Sobrinho de Silas Malafaia se declara gay e marca casamento em igreja

O pastor Silas Malafaia é sem dúvida um grande pesadelo para comunidade LGBT. Malafaia, é um ferrenho defensor da família tradicional, e defende veemente os princípios bíblicos e morais.

No entanto, o pastor tem um sobrinho-neto que é homossexual assumido, e está de casamento marcado. Rodrigo Westermann (29), noivou recentemente com o ex-‘The Voice’ Leandro Buenno. Os dois irão se casar em novembro.

Segundo a jornalista Fabia de Oliveira do Jornal o Dia, o pastor que abomina esse tipo de comportamento terá um casamento gay na família.

De acordo com o sobrinho de Malafaia, a família não aprova a união, “Sou parente do Silas Malafaia e tenho uma família bem evangélica. Eu nunca o conheci, ele não é próximo. É meu tio-avô. Eu postei (sobre o casamento) nas redes sociais onde todos me acompanham e eles simplesmente ignoraram pelo fato de abominarem a união de duas pessoas do mesmo sexo. Não recebi nem meia mensagem de apoio ou felicidade, nem um ‘legal’ ou ‘parabéns’. Eles ignoraram como fazem com tudo que sai do que é correto para eles. Ignoram ou julgam”, contou Rodrigo para a coluna.


Comentários

MAIS LIDAS

Aberração | Filhas solteiras de senadores ganham 33 mil reais. "Isso vai acabar", diz Bolsonaro

Goooooool! | Governo decide acabar com auxílio-reclusão

Deputados querem "gorjeta' de R$ 10 milhões pra votarem a Reforma da Previdência