Pastor admite estupro de menor mas culpa o demônio

Imagem
O pastor de uma igreja na cidade de Gaithersburg, no estado de Maryland (EUA), foi preso nesta quarta-feira (25) após ser acusado de uma tentativa de estupro por uma menina que frequentava o local. Ao ser questionado sobre o abuso, ele afirmou que foi levado a atacar a vítima por 'demônios internos'.
Segundo informações da rede de TV norte-americana NBC, o home, identificado como Octavio Cantarero, de 42 anos, é pastor na Igreja Pentecostal Príncipe da Paz e teria invadido o quarto da jovem, que não teve a idade revelada, enquanto ela dormia.
No depoimento, a vítima afirmou que acordou com Cantarero já em cima dela, mas que conseguiu lutar com ele e fugir do quarto. Após a tentativa de estupro, ele teria tentado abafar o caso e silenciar a garota com alguns presentes, além de prometer que a colocaria em uma escola e até pagaria o aluguel de uma residência, caso ela quisesse se mudar.
Ainda de acordo com a publicação, a menina vivia em um dos quartos da igreja desde o último di…

Eleições internas do PT tem denúncia de fraudes

Com denúncias de fraudes em vários estados, o PT começa a totalizar os votos para a escolha dos novos dirigentes municipais, em todo país, votação realizada no último domingo (08/09/2019). Nesta eleição são escolhidos os dirigentes locais, mas que pertencem a chapas que concorrerão, até novembro, à direção nacional do partido, formadas pelas correntes petistas.

No Espírito Santo, uma divergência entre o número de eleitores e o total de votos apurados na eleição do PT em Cariacica, cidade da região metropolitana de Vitória, adiou o fechamento dos resultados gerais e definitivos da disputa interna do partido.

O deputado federal Helder Salomão, da corrente Articulação de Esquerda, venceu a disputa, mas o resultado só saiu depois de dirimidas as dúvidas sobre 29 votos computados a mais que o total de presentes na votação. De acordo com um petista capixaba, os votos fraudulentos foram descobertos em três urnas do município, comparando a assinatura do diretor da mesa de votação.


Divergência

Já em Belo Horizonte, petistas reclamaram da falta de transparência por parte da Secretaria de Organização em Minas Gerais. Houve também divergência entre o número de votos computados e o total de presentes à votação.

Diante disso, integrantes do PT mineiro recorreram ao Diretório Nacional do partido, pedindo transparência na divulgação do resultado, com a contabilização de votos a cada município e o envio de atas das cidades nas quais a apuração não havia encerrado, além da divulgação da lista de todos os votantes no processo de eleição direta no partido.



Comentários

MAIS LIDAS

Aberração | Filhas solteiras de senadores ganham 33 mil reais. "Isso vai acabar", diz Bolsonaro

Goooooool! | Governo decide acabar com auxílio-reclusão

Deputados querem "gorjeta' de R$ 10 milhões pra votarem a Reforma da Previdência