Pastor admite estupro de menor mas culpa o demônio

Imagem
O pastor de uma igreja na cidade de Gaithersburg, no estado de Maryland (EUA), foi preso nesta quarta-feira (25) após ser acusado de uma tentativa de estupro por uma menina que frequentava o local. Ao ser questionado sobre o abuso, ele afirmou que foi levado a atacar a vítima por 'demônios internos'.
Segundo informações da rede de TV norte-americana NBC, o home, identificado como Octavio Cantarero, de 42 anos, é pastor na Igreja Pentecostal Príncipe da Paz e teria invadido o quarto da jovem, que não teve a idade revelada, enquanto ela dormia.
No depoimento, a vítima afirmou que acordou com Cantarero já em cima dela, mas que conseguiu lutar com ele e fugir do quarto. Após a tentativa de estupro, ele teria tentado abafar o caso e silenciar a garota com alguns presentes, além de prometer que a colocaria em uma escola e até pagaria o aluguel de uma residência, caso ela quisesse se mudar.
Ainda de acordo com a publicação, a menina vivia em um dos quartos da igreja desde o último di…

Desembargador acusa Sergio Moro por cometimento de crime

O desembargador Siro Darlan, membro da Associação de Juízes pela Democracia, acusou o ex-juiz e atual ministro da Justiça, Ségio Moro, de ter incorrido na prática de crimes no âmbito da Lava Jato e de permanecer impune. 

“Ele pediu desculpas por um crime que praticou e ficou por isso mesmo. Se eu pratico um crime, peço desculpas e nada acontece, vou achar vantagem continuar praticando crimes”, disse Darlan durante entrevista ao programa Jogo do Poder, que vai ao ar no próximo domingo, em referência ao episódio da divulgação de áudios de uma conversa telefônica entre a presidente deposta Dilma Rousseff e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Segundo o desembargador, atualmente os juízes estão tomando decisões com medo da pressão popular e de setores da mídia. “Hoje quem aplica a lei simplesmente e não se presta a perseguições é quase sempre escrachado pela mídia. Veja o que fazem com o Ministro Gilmar Mendes, quando ele tão somente aplica a lei com isenção”, disse. Ainda conforme Darlan, parte do Ministério Público adotou um caráter persecutório contra os que considera seus “inimigos”.


Comentários

MAIS LIDAS

Aberração | Filhas solteiras de senadores ganham 33 mil reais. "Isso vai acabar", diz Bolsonaro

Goooooool! | Governo decide acabar com auxílio-reclusão

Deputados querem "gorjeta' de R$ 10 milhões pra votarem a Reforma da Previdência