Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2019

Pastor admite estupro de menor mas culpa o demônio

Imagem
O pastor de uma igreja na cidade de Gaithersburg, no estado de Maryland (EUA), foi preso nesta quarta-feira (25) após ser acusado de uma tentativa de estupro por uma menina que frequentava o local. Ao ser questionado sobre o abuso, ele afirmou que foi levado a atacar a vítima por 'demônios internos'.
Segundo informações da rede de TV norte-americana NBC, o home, identificado como Octavio Cantarero, de 42 anos, é pastor na Igreja Pentecostal Príncipe da Paz e teria invadido o quarto da jovem, que não teve a idade revelada, enquanto ela dormia.
No depoimento, a vítima afirmou que acordou com Cantarero já em cima dela, mas que conseguiu lutar com ele e fugir do quarto. Após a tentativa de estupro, ele teria tentado abafar o caso e silenciar a garota com alguns presentes, além de prometer que a colocaria em uma escola e até pagaria o aluguel de uma residência, caso ela quisesse se mudar.
Ainda de acordo com a publicação, a menina vivia em um dos quartos da igreja desde o último di…

Juíza manda soltar presos e suspende parte de operação federal

Imagem
Reportagem de Wálter Nunes e José Marques na Folha de S.Paulo informa que a juíza Sílvia Maria Rocha, da 2ª Vara Federal Criminal de São Paulo, decidiu soltar dois presos e suspender parte da Operação Descarte. 
A investigação mira suspeitas de um esquema de corrupção que fez desvios milionários por meio de contratos falsos com empresas públicas, principalmente nos estados de São Paulo e Minas Gerais. 
A justificativa é que, na origem da investigação, houve compartilhamento de informações fiscais pelo Coaf (Conselho de Controle de Atividades Financeiras), sem autorização judicial. O despacho da juíza segue decisão de 15 de julho do presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), José Antônio Dias Toffoli, que determinou a suspensão de investigações criminais pelo país que usem dados detalhados de órgãos de controle - como Coaf, Receita Federal e Banco Central - sem aval da Justiça.

Olavo de Carvalho é homenageado em embaixada

Imagem
O guru do clã Bolsonaro, Olavo de Carvalho, foi condecorado com a Grã-Cruz da Ordem do Rio Branco em cerimônia na residência oficial da embaixada do Brasil em Washington no final da tarde desta quinta-feira (29). A embaixada é a mesma que Jair Bolsonaro designou o filho, Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), para o comando.
A cerimônia e o coquetel na residência oficial da embaixada brasileira teve a presença de diversos doutrinados de Olavo e foi comandada pelo encarregada de negócios, Nestor Forser Jr., que chefia o órgão até a designação oficial de Eduardo e é fã confesso do astrólogo.

Moro escondeu mais do que se pode imginar

Imagem
O TRF-4 precisa dar satisfação ao povo brasileiro sobre a conduta irregular do ex-juiz e atual ministro da Justiça, Sergio Moro.
O traidor da Pátria reconhece a veracidade das mensagens do Telegram divulgadas pelo TheIntecerptBrasil. Quando afirmou que deu palestras e doou o dinheiro pra "caridade", Moro assinou a sua culpa. Além disso, ele tenta esconder o crime que cometeu quando não declarou as palestras que havia dado desrespeitando a resolução do CNJ.
Afinal, pra que serve a estrutura do TRF-4? Depois de tudo que foi revelado até o momento nota-se que Sergio Moro faz pouco caso do órgão.

A República de Curitiba está nua

Imagem
Novas revelações do TheInterceptBrasil publicadas nesta terça-feira (06) pelo jornal El País mostram que os procuradores federais de Curitiba que atuam na operação Lava Jato estavam dispostos numa investida contra ministros do Supremo Tribunal Federal (STF). Não há lei para eles!
O Art. 102 da Constituição Federal determina que ministros do STF só podem ser investigados mediante autorização de seus pares. Os procuradores da Lava Jato rasgaram a CF.
Deltan e "robito" (o Roberto Pozzobon) travaram diálogos com outros procuradores no Telegram onde articularam levantar informações para incriminar o ministro Gilmar Mendes. Ainda fizeram chacota ironizando o fato de estarem investigando um ministro da Suprema Corte.
Todo diálogo está disponível no site do El País. Fica ainda mais grave a situação do MPF de Curitiba.