TSE cassa mandato da juíza Selma

Imagem
Por 6 votos a 1, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiu, nesta terça-feira 10, cassar o mandato da senadora Selma Arruda (Podemos-MT), conhecida como “Moro de saias” por abuso de poder econômico e caixa dois nas eleições do ano passado. Conhecida como Juíza Selma, a parlamentar aposentou-se da magistratura e concorreu ao cargo pelo PSL.
Com a decisão, novas eleições para o cargo deverão ser convocadas pela Justiça Eleitoral de Mato Grosso, cuja data ainda será definida. A cassação também atinge o primeiro e o segundo suplentes, Gilberto Possamai e Clerie Fabiana. A parlamentar pode recorrer ao Supremo Tribunal Federal (STF) para tentar suspender a cassação.

Empresário se mata na cara do ministro de Minas e Energia

Um empresário se matou com um tiro na cabeça na frente do governador de Sergipe, Belivaldo Chagas, e do Ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque. O suicídio ocorreu durante a abertura de um seminário sobre o mercado de gás que aconteceria em Aracaju a partir desta quinta-feira. As informações foram publicadas inicialmente pelo jornal O Estado de São Paulo.

De acordo com testemunhas, o empresário do setor de cerâmica Sadi Gitz se levantou durante a fala do governador do estado na abertura do evento e gritou: 'Belivaldo, você é mentiroso'. Após a exaltação, fez um disparo com arma de fogo contra si. O 'Simpósio de Oportunidades - Novo Cenário da Cadeia do Gás Natural em Sergipe' foi encerrado imediatamente.


Comentários

MAIS LIDAS

Aberração | Filhas solteiras de senadores ganham 33 mil reais. "Isso vai acabar", diz Bolsonaro

Goooooool! | Governo decide acabar com auxílio-reclusão

Deputados querem "gorjeta' de R$ 10 milhões pra votarem a Reforma da Previdência