Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2019

Pastor admite estupro de menor mas culpa o demônio

Imagem
O pastor de uma igreja na cidade de Gaithersburg, no estado de Maryland (EUA), foi preso nesta quarta-feira (25) após ser acusado de uma tentativa de estupro por uma menina que frequentava o local. Ao ser questionado sobre o abuso, ele afirmou que foi levado a atacar a vítima por 'demônios internos'.
Segundo informações da rede de TV norte-americana NBC, o home, identificado como Octavio Cantarero, de 42 anos, é pastor na Igreja Pentecostal Príncipe da Paz e teria invadido o quarto da jovem, que não teve a idade revelada, enquanto ela dormia.
No depoimento, a vítima afirmou que acordou com Cantarero já em cima dela, mas que conseguiu lutar com ele e fugir do quarto. Após a tentativa de estupro, ele teria tentado abafar o caso e silenciar a garota com alguns presentes, além de prometer que a colocaria em uma escola e até pagaria o aluguel de uma residência, caso ela quisesse se mudar.
Ainda de acordo com a publicação, a menina vivia em um dos quartos da igreja desde o último di…

Juiz substituto na Lava Jato acusa o seu antecessor

Imagem
Um dos obstáculos que a Lava Jato encontrou foi a ausência de interlocutores alinhados na Venezuela. Com o endurecimento do regime de Maduro, a procuradora-geral Luisa Ortega Díaz foi destituída e seu sucessor passou a ser visto com desconfiança pelos brasileiros.
Acusada de chefiar um esquema de extorsões com o marido, a procuradora deixou a Venezuela após a destituição e buscou refúgio na Colômbia. Ela diz que passou a ser perseguida por Maduro porque estava investigando as relações da Odebrecht com ele.
Poucos dias depois de se exilar, Ortega viajou para o Brasil para fazer contato com a Procuradoria-Geral da República, trocar informações e, de acordo com as mensagens obtidas pelo Intercept, buscar maneiras de cooperar com a Lava Jato mesmo após seu afastamento.
“Assistimos a um estupro institucional do Ministério Público venezuelano”, disse o então procurador-geral Rodrigo Janot, ao recebê-la em Brasília. “Sem independência, o Ministério Público do nosso vizinho ao norte não tem ma…

Sergio Moro na cadeia após novas revelações do Intercept Brasil

Imagem
Novos trechos de diálogos entre o então juiz federal Sergio Moro e procuradores da Lava Jato, publicados neste domingo, 7, pelo jornal Folha de S.Paulo e pelo site The Intercept Brasil, mostram que a força-tarefa discutiu estratégias para vazar informações sigilosas da delação da Odebrecht sobre a Venezuela durante o recrudescimento do regime de Nicolás Maduro. A mobilização aconteceu depois de uma sugestão do hoje ministro da Justiça e Segurança Pública.
A divulgação das conversas, mantidas pelo aplicativo Telegram, começou no mês passado e vem arranhando a imagem de Moro. Os diálogos indicam que o então juiz atuou ao lado da acusação, deixando de lado sua imparcialidade. Trechos revelados por VEJA mostram que o magistrado orientava ilegalmente as ações da Lava Jato (leia mais aqui).

Carne contaminada do Brasil é barrada na Europa e comercializada aqui

Imagem
Com leis mais rigorosas do que as nossas, o Reino Unido vetou, nos últimos dois anos, cerca de um milhão de aves congeladas exportadas pelo Brasil ao país europeu. O motivo é o fato de os alimentos, contaminados pela salmonela, estarem fora dos padrões sanitários da região. Aqui, contudo, esses frangos foram vendidos normalmente, dentro dos padrões legais.
A informação é fruto de uma investigação realizada entre abril de 2017 e novembro de 2018 pelo jornal inglês The Guardian, e pela ONG de jornalismo investigativo Repórter Brasil. Segundo apuração das instituições, enquanto que, no Brasil, uma carne contendo 18% de salmonela pode ser vendida legalmente, já que nossa regulamentação permite até 20% da substância no frango, na Europa, é tolerado apenas 3,3%.
Por isso, a reportagem mostrou que, mesmo depois de ter despontado na mídia a Operação Carne Fraca, a qual revelou uma série de problemas no controle da qualidade de carnes produzidas e vendidas pelo Brasil, os portos europeus conti…

Empresário se mata na cara do ministro de Minas e Energia

Imagem
Um empresário se matou com um tiro na cabeça na frente do governador de Sergipe, Belivaldo Chagas, e do Ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque. O suicídio ocorreu durante a abertura de um seminário sobre o mercado de gás que aconteceria em Aracaju a partir desta quinta-feira. As informações foram publicadas inicialmente pelo jornal O Estado de São Paulo.
De acordo com testemunhas, o empresário do setor de cerâmica Sadi Gitz se levantou durante a fala do governador do estado na abertura do evento e gritou: 'Belivaldo, você é mentiroso'. Após a exaltação, fez um disparo com arma de fogo contra si. O 'Simpósio de Oportunidades - Novo Cenário da Cadeia do Gás Natural em Sergipe' foi encerrado imediatamente.

Alexandre Frota e Eduardo Bolsonaro decidiram lavar roupa suja em público

Imagem
Os deputados e correligionários por São Paulo, Alexandre Frota (PSL) e Eduardo Bolsonaro (PSL), resolveram lavar a rupa suja pelo Twitter. Em uma DR em praça pública, Frota respondeu a tuíte de Eduardo, afirmando que “desde o dia em que falamos já faz três semanas que eu esqueci você”.
“Eduardo eu e vc conversamos e desde o dia em que falamos já faz 3 semanas que eu esqueci vc . Estou em Paz não ataque ninguém. Estou torcendo pelo seu sucesso no Psl abs”
Os parlamentares disputam espaço na política paulista para conquistar a Prefeitura apoiando candidatos diferentes. Frota já expressou seu apoio à Joice. Quanto o apoio do filho de Jair Bolsonaro ninguém sabe até agora.



The Guardian reporta que Moro é "repugnante" e ameaça liberdade de imprensa

Imagem
Sergio Moro segue acumulando cobertura negativa no exterior. O francês Le Monde descreveu “o agora ministro do presidente de extrema direita” como “herói caído da anticorrupção” em título, depois das mensagens reveladas pelo jornalista Glenn Greenwald, do site The Intercept.
O britânico The Independent, citando a ascensão de Jair Bolsonaro como “legado” da Lava Jato, publicou: “E foi Moro, uma figura partidária de direita com ilusões messiânicas, disposta a acabar com o Estado de Direito em busca de seus objetivos, que desempenhou o papel principal de colocá-lo lá”.
O site americano HuffPost, destacando que Moro agora “encara seu próprio escândalo”, fechou extensa reportagem com a avaliação de que “poderia ser um roteiro de Hollywood sobre os perigos do excesso de ambição e de vaidade”.
Ao longo da terça-feira, com o ministro evitando confirmar ou negar que a Polícia Federal —que ele controla— está investigando Greenwald, as reações em mídia social foram de choque. Por exemplo, do cor…

França descarta fazer acordo com Jair Bolsonaro e o Mercosul

Imagem
A França não está preparada no momento para ratificar o acordo comercial anunciado na sexta-feira (28) entre a União Europeia (UE) e o Mercosul, após 20 anos de negociações, afirmou nesta terça-feira (2) a porta-voz do governo francês, Sibeth Ndiaye.
"Vamos observar com atenção e, com base nestes detalhes, vamos decidir", declarou em uma entrevista ao canal de notícias BFM.
Como fez durante as negociações do acordo comercial entre UE e Canadá, a França solicitará "garantias" aos países do Mercosul (Brasil, Argentina, Uruguai e Paraguai), completou a porta-voz, segundo a agência France Presse.
"Não posso dizer que hoje vamos ratificar o Mercosul (...). A França, no momento, não está pronta para ratificar", disse Ndiaye.



Senador recebe ameaça de morte após desmoralizar Sérgio Moro

Imagem
O senador Fabiano Contarato (Rede-ES) diz que, há alguns dias, recebeu uma mensagem de áudio via WhatsApp com ameaças de morte. O interlocutor, segundo ele, identificou-se e disse que vai pegá-lo “no facão”. 
Contarato fez uma representação criminal junto à Polícia Federal e à Polícia Legislativa do Senado, mas não solicitou proteção especial. Ele também ingressou com uma ação na Justiça sob a acusação de injúria e difamação —mas não revelou à reportagem a identidade da pessoa. 
O ataque ocorreu, segundo o senador de primeiro mandato, após ele ter confrontado o ministro Sergio Moro (Justiça) em audiência no Senado, no último dia 19. 
​Contarato foi eleito com mais de 1 milhão de votos e desbancou um dos principais aliados de Jair Bolsonaro (PSL), o agora ex-senador Magno Malta (PR-ES).

Jair Bolsonaro vai segurar a bronca do ministro

Imagem
O porta-voz da Presidência da República, Otávio do Rêgo Barros, afirmou nesta segunda-feira, 1º, que o presidente Jair Bolsonaro vai aguardar a conclusão das investigações da Polícia Federal para decidir se mantém no cargo ou exonera o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio - a PF indiciou o assessor do ministro no caso de candidaturas laranjas.
Rêgo Barros informou ainda que a demissão do ministro "não é um tema que está vicejando, perpassando pelo presidente neste momento" e que o Bolsonaro "não teve, em nenhum momento, a suposição de tirá-lo do cargo de ministro".
Segundo o porta-voz, Bolsonaro demonstrou reconhecimento ao trabalho que vem sendo realizado pelo ministro.
"O presidente mantém sua decisão de aguardar a finalização da apuração da Polícia Federal para então, a partir dessa finalização, tomar as decisões que são naturais a quem lidera o poder Executivo", reforçou Rêgo Barros. De acordo com ele, havia a previsão de um encontro, hoje, entre…

Pegaram o resto da droga em Senegal? Operação policial apreende muito pó vindo Brasil

Imagem
A alfândega do Senegal apreendeu cerca de 800 kg de cocaína procedentes do Brasil escondidas em veículos a bordo de um navio no porto de Dacar.
Outros 238 kg de cocaína foram apreendidos em 26 de junho, também escondidos em veículos novos, em um navio oriundo do porto brasileiro de Paranaguá, com destino a Luanda.
Ao menos 15 pessoas de nacionalidade senegalesa foram presas em conexão com o último caso, segundo a imprensa local.
As apreensões de cocaína são comuns no Senegal, um dos principais pontos de trânsito para passageiros e mercadorias na África Ocidental.

Procurador acaba de ser preso pela Polícia Federal

Imagem
O procurador do estado do Rio Renan Miguel Saad foi preso, na manhã desta segunda-feira, em mais uma etapa da operação Lava Jato. Segundo a investigação, Renan Miguel Saad recebeu R$ 1,3 milhão através da Odebrecht, dentro do esquema do ex-governador Sérgio Cabral, para dar pareceres favoráveis e alterar trajeto da Linha 4 do Metrô.
Os agentes saíram da Superintendência da Polícia Federal (PF), na Região Portuária, pouco antes das 6h. O procurador foi preso em sua residência em São Conrado, na Zona Sul do Rio. Além do mandado de prisão, também são cumpridos mandados de busca e apreensão.
A investigação aponta que Saad era identificado na planilha da Odebrecht como "Gordinho" e os repasses ocorreram entre 2010 e 2014. Um dos pagamentos, segundo delação premiada do ex-diretor de contratos da empreiteira, Marcos Vidigal do Amaral, foi de R$ 300 mil em espécie e entregue no escritório do procurador, no Centro do Rio. Segundo a denúncia do Ministério Público Federal (MPF), a altera…

Bolsonaro desejou pena de morte para militar de sua comitiva

Imagem
O presidente Jair Bolsonaro (PSL) comentou a prisão do segundo-sargento da Aeronáutica Manoel Silva Rodrigues, detido com cocaína em Sevilha, na Espanha. Segundo ele, o militar “traiu a confiança dos demais”. O presidente “lamentou” que o caso não tenha acontecido na Indonésia, onde há pena de morte nesses casos.
“Aquele ali traiu a confiança dos demais. Pena que não foi na Indonésia, ele iria ter o destino que o teve no passado Marcio Archer”, afirmou Bolsonaro a jornalistas no Japão.
O presidente disse que tem pedido para a aeronáutica levantar dados sobre o sargento. “O que nós queremos das Forças Armadas é que seja levantada toda essa rede na qual ele está no meio dela. No meu avião, todos são revistados. O meu material é aberto antes de embarcar.”
A família do militar não se quis manifestar sobre a declaração do presidente.