Pastor admite estupro de menor mas culpa o demônio

Imagem
O pastor de uma igreja na cidade de Gaithersburg, no estado de Maryland (EUA), foi preso nesta quarta-feira (25) após ser acusado de uma tentativa de estupro por uma menina que frequentava o local. Ao ser questionado sobre o abuso, ele afirmou que foi levado a atacar a vítima por 'demônios internos'.
Segundo informações da rede de TV norte-americana NBC, o home, identificado como Octavio Cantarero, de 42 anos, é pastor na Igreja Pentecostal Príncipe da Paz e teria invadido o quarto da jovem, que não teve a idade revelada, enquanto ela dormia.
No depoimento, a vítima afirmou que acordou com Cantarero já em cima dela, mas que conseguiu lutar com ele e fugir do quarto. Após a tentativa de estupro, ele teria tentado abafar o caso e silenciar a garota com alguns presentes, além de prometer que a colocaria em uma escola e até pagaria o aluguel de uma residência, caso ela quisesse se mudar.
Ainda de acordo com a publicação, a menina vivia em um dos quartos da igreja desde o último di…

Silas Malafaia faz anuncio que abala o meio evangélico

O pastor Silas Malafaia utilizou suas redes sociais para comunicar aos seus seguidores ontem (19) que estava ingressando com um pedido de recuperação judicial da Editora Central Gospel, de sua propriedade.

Segundo o pastor, hoje em dia a Central Gospel vende apenas cerca de 25% do valor total que vendia em 2015, ou seja, acumula prejuízo de 75% da receita, e por isso está mal financeiramente.

“Eu quero dar aqui uma informação porque muita gente não tem o domínio do conhecimento nessa área […] A partir de 2015, com o agravamento da crise econômica do nosso país muitas empresas quebraram. 14 milhões de desempregados. Empresas faliram. Muitas empresas usaram um instrumento legal chamado recuperação judicial. A gigante da telefonia Oi está está em recuperação judicial”, exemplificou.

Silas Malafaia citou, ainda, outras editoras que também pediram recuperação judicial, como a Abril e a Saraiva.

A recuperação judicial é um plano de sobrevivência para que empresas não decretem a falência. Se concedido pela justiça, a recuperação interrompe o prosseguimento de ações de cobrança contra a empresa, além de permitir o parcelamento de dívidas fiscais.


Comentários

MAIS LIDAS

Aberração | Filhas solteiras de senadores ganham 33 mil reais. "Isso vai acabar", diz Bolsonaro

Goooooool! | Governo decide acabar com auxílio-reclusão

Deputados querem "gorjeta' de R$ 10 milhões pra votarem a Reforma da Previdência