Pastor admite estupro de menor mas culpa o demônio

Imagem
O pastor de uma igreja na cidade de Gaithersburg, no estado de Maryland (EUA), foi preso nesta quarta-feira (25) após ser acusado de uma tentativa de estupro por uma menina que frequentava o local. Ao ser questionado sobre o abuso, ele afirmou que foi levado a atacar a vítima por 'demônios internos'.
Segundo informações da rede de TV norte-americana NBC, o home, identificado como Octavio Cantarero, de 42 anos, é pastor na Igreja Pentecostal Príncipe da Paz e teria invadido o quarto da jovem, que não teve a idade revelada, enquanto ela dormia.
No depoimento, a vítima afirmou que acordou com Cantarero já em cima dela, mas que conseguiu lutar com ele e fugir do quarto. Após a tentativa de estupro, ele teria tentado abafar o caso e silenciar a garota com alguns presentes, além de prometer que a colocaria em uma escola e até pagaria o aluguel de uma residência, caso ela quisesse se mudar.
Ainda de acordo com a publicação, a menina vivia em um dos quartos da igreja desde o último di…

Ratinho promove notícia falsa na cara de pau

Às vésperas de depor no Senado para explicar o conteúdo de supostas conversas vazadas pelo site The Intercept, o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, concedeu entrevista ao programa do Ratinho, que foi exibido nesta terça-feira 18, no SBT. Bastante elogiado pelo apresentador, que lhe chamou de “um herói sem capa, único herói brasileiro no momento”, Moro se disse tranquilo quando às denúncias.

“Não posso confirmar [se as conversas aconteceram], não tenho mais as mensagens [no meu celular]. Mas posso dizer que sempre agi com lisura na minha profissão”, declarou o ministro.

De acordo com ele, a maior preocupação quanto ao assunto não é o conteúdo das mensagens divulgadas, mas sim o que considera “um ataque criminoso às instituições”.

“A minha opinião é que não estamos falando de um adolescente na frente de um computador, querendo fazer estripulias, mas de um grupo criminoso e organizado cujo objetivo é obstaculizar os avanços da Lava Jato”, disse.

Ratinho comentou que recebeu informações de que o vazamento está “vinculado a um milionário russo que deu dinheiro a um jornalista famoso internacionalmente, que é namorado de um deputado e que comprou o mandato do Jean Willys” – se referindo claramente ao deputado David Miranda e ao jornalista Glenn Greenwald, autor das reportagens que denunciam Moro.


Comentários

MAIS LIDAS

Aberração | Filhas solteiras de senadores ganham 33 mil reais. "Isso vai acabar", diz Bolsonaro

Goooooool! | Governo decide acabar com auxílio-reclusão

Deputados querem "gorjeta' de R$ 10 milhões pra votarem a Reforma da Previdência