Pastor admite estupro de menor mas culpa o demônio

Imagem
O pastor de uma igreja na cidade de Gaithersburg, no estado de Maryland (EUA), foi preso nesta quarta-feira (25) após ser acusado de uma tentativa de estupro por uma menina que frequentava o local. Ao ser questionado sobre o abuso, ele afirmou que foi levado a atacar a vítima por 'demônios internos'.
Segundo informações da rede de TV norte-americana NBC, o home, identificado como Octavio Cantarero, de 42 anos, é pastor na Igreja Pentecostal Príncipe da Paz e teria invadido o quarto da jovem, que não teve a idade revelada, enquanto ela dormia.
No depoimento, a vítima afirmou que acordou com Cantarero já em cima dela, mas que conseguiu lutar com ele e fugir do quarto. Após a tentativa de estupro, ele teria tentado abafar o caso e silenciar a garota com alguns presentes, além de prometer que a colocaria em uma escola e até pagaria o aluguel de uma residência, caso ela quisesse se mudar.
Ainda de acordo com a publicação, a menina vivia em um dos quartos da igreja desde o último di…

"Quanto custa a cadeirinha eu não sei. Mas sei quanto custou o caixão do meu filho", disse a deputada

A dedicação de Yared à segurança no trânsito teve início há 10 anos, após seu filho ter sido morto pelo ex-deputado estadual Carli Filho, que recentemente foi condenado há 7 anos de prisão e passou três dias na cadeia antes de ser enviado para casa com o uso de uma tornozeleira eletrônica.

“Eu cuido de mães todos os dias, mães que têm seus filhos enterrados nessa tragedia do trânsito. Uma morte a cada 10, 12 minutos. Uma sequela por minuto (…) Faço um apelo ao presidente, que eu represento, eu sou base de governo. Senhor presidente, olhe pelas famílias desse país”, disse na Câmara nesta quarta-feira. “É melhor pagar multa que terreno em cemitério ou tratamento em hospital”, completou.

A deputada disse que não foi a única integrante da base do governo que se indignou com a proposta de Bolsonaro, que além de tentar acabar com multas para quem não usar a cadeirinha no transporte de crianças também dobra os pontos na carteira para quem toma multas e sugere o fim do exame toxicológico para motoristas profissionais.

“O que eu ouvi é que os próprios deputados estão chateados pois não uma é medida responsável. É uma medida eleitoreira e populista”, disse.


Comentários

MAIS LIDAS

Aberração | Filhas solteiras de senadores ganham 33 mil reais. "Isso vai acabar", diz Bolsonaro

Goooooool! | Governo decide acabar com auxílio-reclusão

Deputados querem "gorjeta' de R$ 10 milhões pra votarem a Reforma da Previdência