URGENTE: OMS declara pandemia

Imagem
A Organização Mundial da Saúde (OMS) declara uma pandemia do coronavirus, num reconhecimento de que a mera estratégia de conter a proliferação da doença já não seria suficiente. A classificação significa que uma transmissão recorrente está ocorrendo em diferentes partes do mundo e de forma simultânea.
Na prática, ao anunciar a pandemia, a agência de Saúde indica que governos devem trabalhar não mais para apenas conter um caso. Mas atuar para atender uma parcela da população mais ampla e vulnerável. Estratégias direcionadas apenas para identificar casos e isolar pessoas precisam ser trocadas para um plano sanitário que possa focar em evitar mortes.

A mudança no status não significa que a taxa de letalidade tenha sido incrementada. Mas que o risco de um contágio seria maior. Em apenas uma semana, o número de países afetados passou de 45 para mais de 110.

(Da coluna de Jamil Chade no UOL)

Globo demite 14 humoristas

Depois da reformulação “Zorra Total”, agora a vez é de uma faxina no programa. Segundo o colunista do Uol Flávio Ricco, a TV Globo vai demitir, a partir do mês de outubro, pelo menos 14 humoristas. O objetivo seria dar mais dinamismo ao programa e promover uma rotação de artistas.

Dentre os nomes que não deverão mais fazer parte do programa, estão Toni Tornado, Anselmo Vasconcelos, José Santa Cruz, Antônio Pedro, Isio Ghelman, Nizo Neto, Bernardo Schlegel, Tadeu Melo, Renata Ricci, Renata Tobelem, Cris Pompeo, Claudio Cinti, Alexandre Regis e Roberto Guilherme.

A crise na Globo não tem prazo para terminar.


Comentários

  1. Assim como o SBT, a Globo será obrigada a entrar no COMÉRCIO RELIGIOSO dos vigaristas macedo, waldemiro, malafaia, soares ( as minúsculas são pela pequenez dos citados).

    ResponderExcluir

Postar um comentário

MAIS LIDAS

Maduro mandar queimar lojas da Maçonaria sob acusação de organização criminosa

Mamata | General corta contratinho de R$ 30 milhões para manter jornalistas no exterior

VÍDEO. Tratores com jatos lançam fezes sobre Parlamento francês