Vereador do PSOL homenageia ditador coreano

Imagem
O vereador Leonel Brizola Neto (PSOL-RJ) apresentou uma “Moção de Louvor e Reconhecimento” na Câmara Municipal do Rio de Janeiro para homenagear o ditador norte-coreano Kim Jong-un. De acordo com o jornal O Globo, a moção foi apresentada no último dia 29.
“Por todo esforço de seu povo e de seu máximo dirigente, excelentíssimo senhor Kim Jong-un, na luta pela reunificação da Coreia e a necessária busca da paz mundial”, diz o documento, que foi entregue para Kim Chol-hok, embaixador do Coreia do Norte no Brasil.
É o fim!
Brizola deve estar revoltado na sepultura!



CAIU A CASA. Moro e toda Lava Jato foram desmascarados por fonte americana

O site The Intercept Brasil publicou mensagens privadas que revelam o bastidor obscuro e nefasto da operação Lava Jato que culminou com a prisão do ex-presidente Lula. Tudo indica que foi mesmo uma trama para entregar o Brasil aos interesses eleitoreiros e financeiros dos EUA.

A relação Moro-Dallagnol é sórdida, e lembra a promiscuidade de líderes mafiosos.

Uma fonte americana é que passou as informações sobre o maior de todos os escândalos que envolve o Moro, o Ministério Público e a Suprema Corte.

Trechos reveladores de uma conversa sórdida e mais toda trama dos procuradores está revelada no site Intercept Brasil.


Carol PGR – 11:22:08 Deltannn, meu amigo
Carol PGR – 11:22:33 toda solidariedade do mundo à você nesse episódio da Coger, estamos num trem desgovernado e não sei o que nos espera
Carol PGR – 11:22:44 a única certeza é que estaremos juntos
Carol PGR – 11:24:06 ando muito preocupada com uma possivel volta do PT, mas tenho rezado muito para Deus iluminar nossa população para que um milagre nos salve
Deltan Dallagnol – 13:34:22 Valeu Carol!
13:34:27 Reza sim
13:34:32 Precisamos como país

Outro procurador, Athayde Ribeiro Costa, sugeriu expressamente que a Polícia Federal manobrasse para que a entrevista fosse feita depois das eleições, já que não havia indicação explícita da data em que ela deveria ocorrer. Dessa forma, seria possível evitar a entrevista sem descumprir a decisão.

Athayde Costa – 12:02:22 N tem data. So a pf agendar pra dps das eleicoes. Estara cumprindo a decisao
12:03:00 E se forcarem antes, desnuda ainda mais o carater eleitoreiro

Uma coletiva de imprensa, além de diluir o foco da entrevista, ainda traria a vantagem de possivelmente inviabilizá-la operacionalmente, como pontuou o procurador Julio Noronha horas depois. Ele também sugeriu abrir a entrevista a outros presos para reduzir a repercussão:

Julio Noronha – 17:43:37 Como o Lewa já autorizou, acho que só há dois cenários: a) A entrevista só para a FSP, possivelmente com o “circo armado e preparado”; b) tentar ampliar para outros, para o “ciro” ser menor armado e preparado, com a chance de, com a possível confusão, não acontecer.

(Quando a entrevista foi finalmente autorizada, em abril passado, a Polícia Federal, agora sob o comando do ministro da Justiça de Jair Bolsonaro, Sergio Moro, o ex-juiz que havia condenado Lula à prisão, tentou transformá-la numa coletiva de imprensa. Um pedido do El País acatado por Lewandowski finalmente pôs o plano por terra.)


Comentários

MAIS LIDAS

Aberração | Filhas solteiras de senadores ganham 33 mil reais. "Isso vai acabar", diz Bolsonaro

Goooooool! | Governo decide acabar com auxílio-reclusão

Deputados querem "gorjeta' de R$ 10 milhões pra votarem a Reforma da Previdência