Vereador do PSOL homenageia ditador coreano

Imagem
O vereador Leonel Brizola Neto (PSOL-RJ) apresentou uma “Moção de Louvor e Reconhecimento” na Câmara Municipal do Rio de Janeiro para homenagear o ditador norte-coreano Kim Jong-un. De acordo com o jornal O Globo, a moção foi apresentada no último dia 29.
“Por todo esforço de seu povo e de seu máximo dirigente, excelentíssimo senhor Kim Jong-un, na luta pela reunificação da Coreia e a necessária busca da paz mundial”, diz o documento, que foi entregue para Kim Chol-hok, embaixador do Coreia do Norte no Brasil.
É o fim!
Brizola deve estar revoltado na sepultura!



Bispo doou 350 mil dólares para colegas antes de sua expulsão

Nos anos que antecederam sua expulsão por supostos assédio sexual e abusos financeiros, o líder da Igreja Católica na Virgínia Ocidental doou US $ 350.000 em doações aos seus colegas clérigos, incluindo jovens sacerdotes acusados ​​de maltratar e mais de uma dúzia de cardeais nos Estados Unidos e no Vaticano, de acordo com registros da igreja obtidos pelo The Washington Post.

O bispo Michael J. Bransfield escreveu os cheques de sua conta pessoal por mais de uma década, e a diocese de West Virginia reembolsou-o, aumentando sua compensação para cobrir o valor dos presentes, mostram os registros. Como uma organização sem fins lucrativos isenta de impostos, a diocese deve usar seu dinheiro apenas para fins caritativos.

Os presentes - um valor tão alto quanto $ 15.000 - foram detalhados em um rascunho de um relatório confidencial ao Vaticano sobre a suposta má conduta que levou à renúncia de Bransfield em setembro. Os nomes de 11 clérigos poderosos que receberam cheques foram editados do relatório final a pedido do arcebispo que supervisiona a investigação, William Lori, de Baltimore.


Comentários

MAIS LIDAS

Aberração | Filhas solteiras de senadores ganham 33 mil reais. "Isso vai acabar", diz Bolsonaro

Goooooool! | Governo decide acabar com auxílio-reclusão

Deputados querem "gorjeta' de R$ 10 milhões pra votarem a Reforma da Previdência