TSE cassa mandato da juíza Selma

Imagem
Por 6 votos a 1, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiu, nesta terça-feira 10, cassar o mandato da senadora Selma Arruda (Podemos-MT), conhecida como “Moro de saias” por abuso de poder econômico e caixa dois nas eleições do ano passado. Conhecida como Juíza Selma, a parlamentar aposentou-se da magistratura e concorreu ao cargo pelo PSL.
Com a decisão, novas eleições para o cargo deverão ser convocadas pela Justiça Eleitoral de Mato Grosso, cuja data ainda será definida. A cassação também atinge o primeiro e o segundo suplentes, Gilberto Possamai e Clerie Fabiana. A parlamentar pode recorrer ao Supremo Tribunal Federal (STF) para tentar suspender a cassação.

"A Globo é parceira, sócia e agente da Lava Jato e do Moro. E vice-versa"

O jornalista Glenn Greenwald foi enfático na entrevista que concedeu ao site português A Pública.

Ele revelou que as próximas reportagens trarão à tona o relacionamento entre a Globo, Sérgio Moro e a equipe da Lava Jato. Glenn garante que a emissora é parceira, agente e sócia da Lava Jato.

A documentação que foi publicada até o momento é de interesse público, pois trata de envolvimento de agentes públicos no uso da máquina pública para obtenção de interesses escusos. Os diálogos entre Sérgio Moro e a equipe da Lava Jato com a Rede Globo poderão derrubar definitivamente todo trabalho desenvolvido pela Lava Jato no combate à corrupção.

Sérgio Moro já está recebendo notas de repudio devido a sua conduta como juiz durante a gerência das operações da Lava Jato. Na mídia estrangeira a conduta de Moro é vista como aberração no meio jurídico.

Glenn garante que as revelações ainda serão devastadoras. Os áudios que estão de posse do jornalista passam por análise e terão seus interlocutores identificados.

"Farei tudo de forma profissional para que não contenha nenhum erro na condução das reportagens", afirmou.


Comentários

MAIS LIDAS

Aberração | Filhas solteiras de senadores ganham 33 mil reais. "Isso vai acabar", diz Bolsonaro

Goooooool! | Governo decide acabar com auxílio-reclusão

Deputados querem "gorjeta' de R$ 10 milhões pra votarem a Reforma da Previdência