Major Olimpio ataca publicamente Bolsonaro

Imagem
O senador Major Olímpio deu entrevista à Rádio Jovem Pan na tarde deste domingo (08) durante os protestos convocados pelos movimentos sociais. Olímpio está no PSL e não quis acompanhar o presidente Bolsonaro para o novo partido Aliança Pelo Brasil.
Olímpio ainda se diz amigo de Bolsonaro porém destacou que o presidente foi insuflado pelos filhos e advogados para embarcar no que classificou como "aventura política" e rotulou a sigla como "Titanic político".




Confira a fala do senador do PSL-SP.



Na minha visão ele(@jairbolsonaro) cometeu um grande equívoco, saiu de um partido 100% dele pra uma aventura chamada aliança, será um Titanic político"@majorolimpio totalmente fora da realidade, não percebeu que quem está no Titanic político é ele.
pic.twitter.com/XXoeXmyXL7 — Sakura 🇧🇷🇯🇵 (@JapaDoBonor0) December 8, 2019

"Paulo Guedes vai renunciar", garantem parlamentares

Paulo Guedes, ministro da Economia, disse na manhã desta sexta-feira (24) que caso a reforma da previdência vire uma "reforminha" ele deixará o governo. A fala de Guedes não foi bem aceita entre os deputados federais.

Na Câmara dos Deputados o governo tem apenas 70 votos favoráveis, segundo o próprio líder Vítor Hugo que foi correndo dialogar com Maia para fazer as pazes. O projeto do Executivo precisa ser votado com urgência porém não há segurança por parte da bancada do governo. O temor é de uma derrota vergonhosa.

Os parlamentares afirmam que do jeito que a proposta do governo está ela não terá nenhuma possibilidade para aprovação. O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, tem certo que o presidente Jair Bolsonaro está enfraquecido na sua própria base e já articula um novo projeto com várias alterações propostas pelos parlamentares.

Guedes ao que tudo indica terá que entregar o cargo ou ficar envergonhado perante a opinião pública.


Comentários

MAIS LIDAS

Aberração | Filhas solteiras de senadores ganham 33 mil reais. "Isso vai acabar", diz Bolsonaro

Goooooool! | Governo decide acabar com auxílio-reclusão

Deputados querem "gorjeta' de R$ 10 milhões pra votarem a Reforma da Previdência