Moro escondeu mais do que se pode imginar

Imagem
O TRF-4 precisa dar satisfação ao povo brasileiro sobre a conduta irregular do ex-juiz e atual ministro da Justiça, Sergio Moro.
O traidor da Pátria reconhece a veracidade das mensagens do Telegram divulgadas pelo TheIntecerptBrasil. Quando afirmou que deu palestras e doou o dinheiro pra "caridade", Moro assinou a sua culpa. Além disso, ele tenta esconder o crime que cometeu quando não declarou as palestras que havia dado desrespeitando a resolução do CNJ.
Afinal, pra que serve a estrutura do TRF-4? Depois de tudo que foi revelado até o momento nota-se que Sergio Moro faz pouco caso do órgão.

Michele chora e chama atenção de Alcolumbre. "Senhor Davi, estou falando. Oi", disse Michelle

Michelle interrompeu sua breve exposição por duas vezes para pedir atenção a Mandetta e ao presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), à sua fala. Tão logo assumiu o microfone, a primeira-dama lembrou a Alcolumbre que estava com a palavra. No momento, o senador conversava com outras pessoas em torno da Mesa. "Senhor Davi, estou falando. Oi", disse Michelle, aos risos, enquanto fazia gesto com o dedo apontado para si. "Desculpa, tá, Excelência", completou a primeira-dama diante do pedido de desculpas de Alcolumbre. "Posso começar?", perguntou, antes de prosseguir.

Alguns minutos depois, ela repetiu a "bronca" em Mandetta. "Ministro da Saúde, Mandetta. Ministro da Saúde, Mandetta...", repetiu, olhando fixamente para ele, ao chamar a atenção do titular da pasta, no momento em que destacava a atuação dele na luta pela melhoria das condições de vida de pessoas com doenças raras.

Durante sua fala, Michelle defendeu um "olhar atento do governo" para pessoas com doenças raras, como a atrofia muscular, para garantir conforto e bem-estar aos pacientes. Ela se emocionou após a assinatura da portaria enquanto ouvia discurso da senadora Mara Gabrilli (PSDB-SP), que é tetraplégica.


Comentários

MAIS LIDAS

Aberração | Filhas solteiras de senadores ganham 33 mil reais. "Isso vai acabar", diz Bolsonaro

Goooooool! | Governo decide acabar com auxílio-reclusão

Deputados querem "gorjeta' de R$ 10 milhões pra votarem a Reforma da Previdência