Moro escondeu mais do que se pode imginar

Imagem
O TRF-4 precisa dar satisfação ao povo brasileiro sobre a conduta irregular do ex-juiz e atual ministro da Justiça, Sergio Moro.
O traidor da Pátria reconhece a veracidade das mensagens do Telegram divulgadas pelo TheIntecerptBrasil. Quando afirmou que deu palestras e doou o dinheiro pra "caridade", Moro assinou a sua culpa. Além disso, ele tenta esconder o crime que cometeu quando não declarou as palestras que havia dado desrespeitando a resolução do CNJ.
Afinal, pra que serve a estrutura do TRF-4? Depois de tudo que foi revelado até o momento nota-se que Sergio Moro faz pouco caso do órgão.

Major Olimpio premia condenado por tortura com cargo de assessor

O senador Major Olímpio (PSL-SP) nomeou como assessor parlamentar Carlos Alberto Ires de Jesus, um ex-soldado que foi condenado, em 2002, por tortura, cumpriu pena e acabou expulso da corporação.

Major Olímpio, que fez carreira na Polícia Militar paulista e é aliado do presidente Jair Bolsonaro, afirma que o cargo é também uma maneira de compensar uma “grande injustiça” que, para ele, foi feita contra o ex-PM.

Como assessor parlamentar júnior do gabinete de Major Olímpio Jesus ganha agora salário bruto de R$ 11.471,87 e trabalha no escritório político de São Paulo —segundo o parlamentar, fazendo a interlocução com eleitores.

Entre 2008 e 2012, ele também trabalhou como segurança parlamentar de Olímpio, que tinha mandato como deputado estadual.

Com fica aquele decreto que exige ficha limpa?


Comentários

  1. É URGENTE, URGENTÍSSIMO o fim da escrotidão chamada de "cargo comissionado". Isto é de uma escrotidão abissal, imensurável. VOTO NULO JÁ!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

MAIS LIDAS

Aberração | Filhas solteiras de senadores ganham 33 mil reais. "Isso vai acabar", diz Bolsonaro

Goooooool! | Governo decide acabar com auxílio-reclusão

Deputados querem "gorjeta' de R$ 10 milhões pra votarem a Reforma da Previdência