Moro escondeu mais do que se pode imginar

Imagem
O TRF-4 precisa dar satisfação ao povo brasileiro sobre a conduta irregular do ex-juiz e atual ministro da Justiça, Sergio Moro.
O traidor da Pátria reconhece a veracidade das mensagens do Telegram divulgadas pelo TheIntecerptBrasil. Quando afirmou que deu palestras e doou o dinheiro pra "caridade", Moro assinou a sua culpa. Além disso, ele tenta esconder o crime que cometeu quando não declarou as palestras que havia dado desrespeitando a resolução do CNJ.
Afinal, pra que serve a estrutura do TRF-4? Depois de tudo que foi revelado até o momento nota-se que Sergio Moro faz pouco caso do órgão.

Jornalista ofende Bolsonaro e é demitido

O jornalista e ambientalista Dener Giovanini recebeu carta de demissão após postar em sua conta no Twitter ofensa ao presidente Jair Bolsonaro. Dener postou que "a mãe de Bolsonaro jogou o bebê fora e criou a placenta!". Uma declaração infeliz e carregada de ódio.

Dener era funcionário do Estadão que mantinha o Blog do Dener vinculado ao site do jornal na internet. Demitido, o jornalista ainda viu seu blog ser retirado do ar pela empresa.

No Twitter, o presidente Jair Bolsonaro postou "mais amor, jornalista do Estadão". 




Comentários

  1. Voce Dener Giovanini jornalista do Estadão, foi muito forte com as palavras dirigidas ao Presidente Bolsonaro. Nehum cachorro sarnento merece essas palavras, quanto mais a um Presidente da Republica. Voce deve ser uma pessoa mal amada, azeda e de mal com a vida, não venha desforrar na pessoa do Presidente suas frustações, suas derrotas Meça suas palavras e lave a boca ao dirigir as palavras ao Bolsonaro, o homem que nos livrou do comunismo

    ResponderExcluir
  2. Isso, nem merece comentário...é um caso para um psiquiatra resolver...que morra no ostracismo ...

    ResponderExcluir

Postar um comentário

MAIS LIDAS

Aberração | Filhas solteiras de senadores ganham 33 mil reais. "Isso vai acabar", diz Bolsonaro

Goooooool! | Governo decide acabar com auxílio-reclusão

Deputados querem "gorjeta' de R$ 10 milhões pra votarem a Reforma da Previdência