Entregador do IFood é ameaçado por policial militar. Câmeras flagram ação

Imagem
A conduta do policial militar que ainda não teve seu nome revelado demonstra abuso de autoridade. O caso foi registrado por câmeras de segurança de um condomínio no Distrito Federal.
O entregador do IFood realizava o serviço quando teve que parar a motocicleta para fazer a entrega dentro do residencial. Por um instante apareceu o homem de camiseta e bermuda que obrigou o trabalhador sair do local. Não satisfeito, ainda sacou uma pistola da cintura em grave tom de ameaça contra a vida do motoboy. 
Ainda não se sabe o motivo de tanta ignorância. O caso foi registrado e será apurado pela 12ª Delegacia de Polícia.


Confira a atitude bizarra e grotesca de um policial que estraga a imagem da corporação.
Toda profissão tem que ser respeitada! Esse homem sentado ele é motoboy do ifood ele foi fazer uma entrega de rotina em um Residencial e por conta de ter estacionado o veículo dentro do prédio o policial que mora no condomínio foi expulsa-lo !! Isso é inaceitável pic.twitter.com/libTE9BP1d — Sar…

Economia mundial está em perigo, alerta FMI

O principal problema atual é a perspectiva de uma recessão deflacionária prolongada e estagnação interminável da economia, como foi no caso do Japão nas últimas décadas, revelou Aleksandr Losev, diretor de uma empresa de gestão de ativos, ao diário Kommersant

O aumento da carga da dívida e o custo cada vez maior de sua manutenção afetam o crescimento econômico, aumentam os riscos de crédito e a possibilidade de incumprimento de pagamentos, o que no futuro criará dificuldades para refinanciar as dívidas e abrandará o "boom" de crédito que atualmente está estimulando o crescimento global, explicou Losev.


O financista sublinhou que esse processo afetará a situação econômica porque significa "menos novos empréstimos e investimentos, um crescimento econômico mais débil ou até sua cessação completa, mais moratórias, atrasos de pagamento […], crises locais em certas regiões e indústrias que podem causar efeito dominó e sacudir não apenas os mercados financeiros, mas também toda a economia global".

Segundo Losev, um estudo do Banco Mundial mostrou que, quando a relação dívida/PIB supera 77% durante um longo período de tempo, o crescimento econômico se desacelera e cada ponto percentual da dívida acima deste nível custa ao país 1,7% de crescimento econômico nos países desenvolvidos. Quanto aos países em desenvolvimento, a situação é ainda pior: cada ponto percentual adicional de dívida acima do nível de 64% reduzirá anualmente o crescimento econômico em 2%.


De acordo com previsões do Fundo Monetário Internacional (FMI), a economia mundial irá desacelerar neste ano em 70% dos países.



Comentários

MAIS LIDAS

Deputados querem "gorjeta' de R$ 10 milhões pra votarem a Reforma da Previdência

Maduro mandar queimar lojas da Maçonaria sob acusação de organização criminosa

Arábia Saudita e Rússia ameaçam romper relações com Brasil. Agora ficou bonito!