Policiais disparam contra o rosto de uma mulher

Imagem
Elizangela Moraes, 44 anos, estava sentada em um banco com o namorado no município de Sorriso (MT), a 420 quilômetros de Cuiabá, quando os dois militares viraram uma esquina e efetuaram os disparos. Ela foi baleada no rosto e no pescoço.
Segundo testemunhas, os policiais Ezio Sousa Dias e Webert Batista Ribeiro, ambos de 30 anos, se envolveram em uma confusão em um bar. Os dois foram presos em flagrante. 
O namorada da vítima, Osvaldo Pereira Gomes Neto, disse, no entanto, que não havia confusão. "Eles nem falaram com a gente, não conhecíamos eles. Nós temos que respeitar a polícia em uma abordagem, porque somos pessoas de bem, mas eu pergunto, o que justifica esse tiro?", questiona. Seu relato foi publicado no G1.
(com informações do G1)



Deputado que ganhou 12 vezes na loteria deve milhões à União

O deputado paranaense Fernando Giacobo (PR) deve R$ 21 milhões à União. O montante, que também inclui débitos pendentes de empresas do parlamentar, consta do portal da Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional (PGFN) e os dados são públicos.

Em 1997, Giacobo ganhou 12 vezes na loteria, em um período de apenas 14 dias. Ele justifica dizendo que se tratavam de apostas em “bolões”.

Uma concessionária de veículos do deputado acumula mais de R$ 10 milhões em dívidas e uma oficina de serviços de manutenção em automóveis deve R$ 3,5 milhões. A empresa de locação de carros vinculada a Giacobo tem R$ 342,1 mil em pendências, segundo a Fazenda da Nacional.

Com base eleitoral em Cascavel, o parlamentar declarou bens que somavam R$ 2,3 milhões em 2014. Giacobo chegou a ser réu em três ações penais no Supremo Tribunal Federal (STF), mas todas prescreveram.



Comentários

MAIS LIDAS

Deputados querem "gorjeta' de R$ 10 milhões pra votarem a Reforma da Previdência

Maduro mandar queimar lojas da Maçonaria sob acusação de organização criminosa

Arábia Saudita e Rússia ameaçam romper relações com Brasil. Agora ficou bonito!