George Soros investirá 1 bilhão de dólares. Pra quê?

Imagem
O bilionário George Soros anunciou na noite desta quinta (23) que investirá US$ 1 bilhão (cerca de R$ 4,2 bilhões) na criação de uma rede acadêmica para lutar contra os “ditadores de agora e em gestação” e as mudanças climáticas.
A iniciativa, batizada de Open Society University Network, foi divulgada num discurso em seu tradicional jantar anual durante o Fórum Econômico Mundial, em Davos, na Suíça.
Segundo nota publicada no site da fundação de Soros, a Open Society Foundation, o objetivo do projeto é conectar instituições de ensino superior pelo mundo, oferecendo cursos e programas de graduação conjuntos e pensado para reunir estudantes e professores de diferentes países.
A rede buscará alcançar lugares que não possuem educação de qualidade e busca promover os valores da liberdade de expressão e da diversidade de crenças, entre outros.
Soros ainda destilou duras críticas contra o posicionamento político e administrativo do presidente Jair Bolsonaro. O bilionário garante que o Brasil …

Chefe de milícia era escoltado por policial do BOPE e subtenente do Exército

O sargento Leandro Lucas dos Santos, do Batalhão de Operações Especiais (Bope), preso nesta segunda-feira junto com Marco Antônio Figueiredo Martins, o Marquinho Catiri, acusado de integrar uma milícia nas Zona Norte e Oeste do Rio, disse a agentes da Corregedoria da PM que não sabia que Catiri integrava uma milícia. Uma pistola do agente foi encontrada dentro do carro blindado de Catiri, uma caminhonete Ford Ranger blindada. Santos preferiu não prestar depoimento, mas, em conversa informal com os policiais, afirmou que prestava serviço de segurança para um "empresário" e esqueceu a arma em seu carro.

O policial foi preso, junto com Catiri, mais dois PMs — um da ativa e outro, reformado — e um militar do Exército, em flagrante, pelo crime de organização criminosa. A operação, da Delegacia de Repressão as Ações Criminosas Organizadas (Draco), aconteceu numa academia dentro do Shopping Nova América, em Del Castilho. No momento em que os policiais entraram no local, Catiri corria numa esteira.

O PM do Bope era o único agente que não estava no local, mas foi até lá após os agentes encontrarem sua pistola calibre.380. Acabou preso, junto com os demais, como integrante da organização. Além de Santos e Catiri, foram detidos o cabo Bruno Ramalho, lotado na UPP São Carlos, o subtenente reformado Pedro Paulo dos Santos e o sargento reformado do Exército Valdo Honorato Pereira. Para a polícia, todos integravam a segurança do miliciano.


Comentários

MAIS LIDAS

Deputados querem "gorjeta' de R$ 10 milhões pra votarem a Reforma da Previdência

Maduro mandar queimar lojas da Maçonaria sob acusação de organização criminosa

Arábia Saudita e Rússia ameaçam romper relações com Brasil. Agora ficou bonito!