Coronavírus no Brasil: Ministério da Saúde nega. Quem acredita no Ministério?

Imagem
Agentes de Saúde, do estado de Minas Gerais, acionaram o sinal de alerta sobre a suspeita de infecção pela bactéria do #coronavírus em uma paciente, que deu entrada com sintomas semelhantes ao que está sendo apresentado na China.
O caso está sendo acompanhando e investigado pela SES (Secretaria Estadual de Saúde), e tratado como 2019-nCoV. A secretaria informou que mais detalhes serão repassados ainda nesta quarta-feira (22).
A idade e a identidade do paciente ainda não foram confirmados. As autoridades chinesas identificaram o novo coronavírus, que resultou em mais de 400 casos confirmados no país asiático. O primeiro caso nos Estados Unidos foi anunciado em 21 de janeiro de 2020.
O Ministério da Saúde nega
O Ministério da Saúde contrapôs a informação prestada pela SES-MG onde afirma que não há comprovação que seja o mesmo vírus. A questão é: quem acredita na informação do governo?
O ano de 2019 foi marcado por desinformação promovida principalmente pelo presidente Jair Bolsonaro e diver…

Bolsonaro manda liberar linha de crédito para caminhoneiros e vai reduzir preço do diesel

O governo Jair Bolsonaro determinou que o BNDES abra imediatamente linha especial de crédito para caminhoneiros. O governo entende que é necessário fomentar a aquisição de novos veículos para renovação da frota e ao mesmo tempo retomar o transporte de cargas no Brasil.

Quem não gostou da medida foi o #MBL que criticou a decisão do presidente alegando que quem pagará o financiamento será o povo brasileiro. Por outro lado, os caminhoneiros enxergam como sinal positivo a iniciativa de Bolsonaro em liberar recursos para financiamento de caminhões.

Bolsonaro ainda determinou que as concessionárias que exploram praças de pedágios construam "rest area", termo utilizado para definir pontos de segurança para paradas de caminhões.




Comentários

MAIS LIDAS

Deputados querem "gorjeta' de R$ 10 milhões pra votarem a Reforma da Previdência

Maduro mandar queimar lojas da Maçonaria sob acusação de organização criminosa

Arábia Saudita e Rússia ameaçam romper relações com Brasil. Agora ficou bonito!