Polícia Federal deflagra operação contra "laranjas" usados na campanha eleitoral em 2018

Imagem
A Polícia Federal deflagrou hoje (11/12) a Operação Títeres*, que tem o objetivo de investigar associação criminosa que seria responsável por fraudes e desvios de recursos públicos do Fundo Especial de Financiamento de Campanha durante o pleito eleitoral de 2018.
Policiais Federais cumprem 06 mandados de Busca e Apreensão em Boa Vista, Roraima. Os mandados foram expedidos pela justiça da 1ª Zona Eleitoral de Roraima, após representação da Autoridade Policial pelas medidas e manifestação favorável do Ministério Público Eleitoral.
As investigações tiveram início após constatação que determinado partido político, em Roraima, obteve um índice de “custo de votos em reais” referente às candidatas ao cargo de deputado federal ou estadual vinte vezes superior à média brasileira.
Com a análise dos dados, a PF identificou candidatas aos referidos cargos que, apesar dos recursos recebidos, obtiveram um número irrisório de votos. Certa candidata teria recebido quase R$ 105.000,00 e obtido apenas 9 v…

Bolsonaro acordou! Mourão faz governo paralelo

A política acontece nos bastidores e o presidente Jair Bolsonaro parece que percebeu as movimentações nada amistosas de seu vice-presidente Hamilton Mourão. Ontem (26), Bolsonaro pediu menos ruído e mais ação por parte de sua equipe de governo. Numa viagem ele desabafou com um de seus mais chegados aliados sobre a preocupação que tem com as declarações de Mourão.

O jornal O Estado de S. Paulo ouviu três parlamentares que estavam no voo e, sob a condição de anonimato, todos confirmaram o incômodo do presidente com o vice. Naquele dia, Bolsonaro foi ao Rio para assistir a uma palestra do pastor John Hagee e participar de um almoço do Conselho de Ministros Evangélicos do Brasil.

Bolsonaro ainda não entendeu que Mourão era favorável a intervenção militar antes de surgir como candidato. O interesse do general por um mandato ganhou força depois que denúncias sobre suspeitas de corrupção envolvendo o nome dele tomaram páginas de jornais e revistas. O aparelhamento militar nos ministérios é um risco que precisa ser muito bem calculado pelo presidente.


Comentários

MAIS LIDAS

Aberração | Filhas solteiras de senadores ganham 33 mil reais. "Isso vai acabar", diz Bolsonaro

Goooooool! | Governo decide acabar com auxílio-reclusão

Deputados querem "gorjeta' de R$ 10 milhões pra votarem a Reforma da Previdência