Moro escondeu mais do que se pode imginar

Imagem
O TRF-4 precisa dar satisfação ao povo brasileiro sobre a conduta irregular do ex-juiz e atual ministro da Justiça, Sergio Moro.
O traidor da Pátria reconhece a veracidade das mensagens do Telegram divulgadas pelo TheIntecerptBrasil. Quando afirmou que deu palestras e doou o dinheiro pra "caridade", Moro assinou a sua culpa. Além disso, ele tenta esconder o crime que cometeu quando não declarou as palestras que havia dado desrespeitando a resolução do CNJ.
Afinal, pra que serve a estrutura do TRF-4? Depois de tudo que foi revelado até o momento nota-se que Sergio Moro faz pouco caso do órgão.

Assaltantes presos revelam: "o major e o tenente deram cobertura pra assalto à banco"

As informações sobre o suposto envolvimento do major Bruno Deyvison e do teente Rosário no roubo à agência do Banco da Amazônia (Basa) em Parintins, no interior do Amazonas, ainda são pouco confiáveis. Mas uma coisa é certa: eles têm culpa no cartório, sim.

Segundo um policial militar, que pediu anonimato, o major e o tenente teriam dado fuga aos assaltantes em troca de uma parte do dinheiro roubado da agência. Uns falam em R$ 150 mil; outros, em R$ 1 milhão. 

A participação dos dois - do major e do tenente - no roubo teria sido revelada pelos assaltantes presos.

Após a revelação, o secretário estadual de Segurança, coronel Louismar Bonates, mandou prender Deyvison e Rosário.

Deyvison foi comandante da 22ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), em Manaus.




Comentários

MAIS LIDAS

Aberração | Filhas solteiras de senadores ganham 33 mil reais. "Isso vai acabar", diz Bolsonaro

Goooooool! | Governo decide acabar com auxílio-reclusão

Deputados querem "gorjeta' de R$ 10 milhões pra votarem a Reforma da Previdência