Pastor admite estupro de menor mas culpa o demônio

Imagem
O pastor de uma igreja na cidade de Gaithersburg, no estado de Maryland (EUA), foi preso nesta quarta-feira (25) após ser acusado de uma tentativa de estupro por uma menina que frequentava o local. Ao ser questionado sobre o abuso, ele afirmou que foi levado a atacar a vítima por 'demônios internos'.
Segundo informações da rede de TV norte-americana NBC, o home, identificado como Octavio Cantarero, de 42 anos, é pastor na Igreja Pentecostal Príncipe da Paz e teria invadido o quarto da jovem, que não teve a idade revelada, enquanto ela dormia.
No depoimento, a vítima afirmou que acordou com Cantarero já em cima dela, mas que conseguiu lutar com ele e fugir do quarto. Após a tentativa de estupro, ele teria tentado abafar o caso e silenciar a garota com alguns presentes, além de prometer que a colocaria em uma escola e até pagaria o aluguel de uma residência, caso ela quisesse se mudar.
Ainda de acordo com a publicação, a menina vivia em um dos quartos da igreja desde o último di…

Estadão recebeu R$ 263 milhões de FHC até Dilma Rousseff

A imprensa golpista que enganou o Brasil durante décadas anda desesperada com o atual governo que ainda não repassou polpudas verbas publicitárias para a conta de cada um dos jornalões. Com despesas altas devido as mordomias de seus donos, o dinheiro anda curto nas edições. Então a regra é descer o pau no governo.
O jornal Estadão, do Grupo O Estado de São Paulo, recebeu em verbas do Governo Federal nos governos de Fernando Henrique Cardoso (PSDB), Lula (PT) e Dilma Rousseff (PT), R$263.010.343,00 (duzentos e sessenta e três milhões, dez mil, trezentos e quarenta e três reais) em verbas publicitárias, segundo levantamento do UOL.
No primeiro ano cujos dados estão disponíveis (2000) foram mais de R$44 milhões, no entanto, a tiragem do jornal ultrapassava os 399 mil exemplares ao dia, num total de 145.635.000 (cento e quarenta e cinco milhões e seiscentos e trinta e cinco mil) exemplares naquele ano. Em 2001, a verba caiu mais que pela metade, aos R$20 milhões, enquanto a tiragem média diária diminuiu em quase 58 mil exemplares.
Era dinheiro fácil para bancar publicações institucionais que nada tinham de verdade se não as mentiras de governos comunistas.

A crise econômica e o ajuste nas contas obrigou o governo Bolsonaro cortar, sem medo, quase que 100% de todos os repasses para a grande mídia. Está dando a maior dor de cabeça.

O financiamento estatal para a grande mídia parece que acabou e cada um terá que trabalhar de verdade para manter as mordomias do passado, do contrário terá que fechar.






Comentários

MAIS LIDAS

Aberração | Filhas solteiras de senadores ganham 33 mil reais. "Isso vai acabar", diz Bolsonaro

Goooooool! | Governo decide acabar com auxílio-reclusão

Deputados querem "gorjeta' de R$ 10 milhões pra votarem a Reforma da Previdência