Pastor admite estupro de menor mas culpa o demônio

Imagem
O pastor de uma igreja na cidade de Gaithersburg, no estado de Maryland (EUA), foi preso nesta quarta-feira (25) após ser acusado de uma tentativa de estupro por uma menina que frequentava o local. Ao ser questionado sobre o abuso, ele afirmou que foi levado a atacar a vítima por 'demônios internos'.
Segundo informações da rede de TV norte-americana NBC, o home, identificado como Octavio Cantarero, de 42 anos, é pastor na Igreja Pentecostal Príncipe da Paz e teria invadido o quarto da jovem, que não teve a idade revelada, enquanto ela dormia.
No depoimento, a vítima afirmou que acordou com Cantarero já em cima dela, mas que conseguiu lutar com ele e fugir do quarto. Após a tentativa de estupro, ele teria tentado abafar o caso e silenciar a garota com alguns presentes, além de prometer que a colocaria em uma escola e até pagaria o aluguel de uma residência, caso ela quisesse se mudar.
Ainda de acordo com a publicação, a menina vivia em um dos quartos da igreja desde o último di…

Celso Daniel foi assassinado por R$ 1 milhão

"Em depoimento aos promotores de Santo André que apuram a morte do prefeito petista Celso Daniel, um dos seis integrantes da quadrilha da Favela Pantanal que confessou ter participado do crime, ocorrido em janeiro de 2002, disse que o assassinato foi encomendado por R$ 1 milhão."

"Com o nome mantido em sigilo, o sequestrador afirmou ainda que Celso Daniel não foi executado a tiros por um menor de idade que pertencia ao bando, mas por José Edson da Silva, já preso, e por Dionízio Aquino Severo, morto na prisão em 2002, dois dias depois de dizer que tinha informações sobre o sequestro do prefeito. Severo estaria em um Santana branco durante a abordagem ao prefeito.

Ouvido na cadeia, o sequestrador contou ainda que Edson e Severo receberam ordens para matar o prefeito depois que o chefe da quadrilha, Ivan Rodrigues da Silva, o Monstro, teve um encontro em Campinas, de onde partiu a oferta e a ordem para a execução. Para os promotores, que já denunciaram o empresário Sérgio Gomes da Silva, conhecido como Sombra, como um dos mandantes do crime, é bem possível que um segundo responsável pela morte do prefeito se encontrava em Campinas horas antes de Daniel. O corpo do prefeito foi encontrado no dia 20 de janeiro, um domingo de manhã, em uma estrada vicinal de Juquitiba, na região metropolitana de São Paulo.

- Com a confissão ganha mais relevo saber quem esteve em Campinas naquele final de semana do crime - disse ontem o promotor Roberto Wider, um dos investiga o casos.

O preso também revelou que durante o sequestro do prefeito foi pego uma sacola com US$ 40 mil, que seria parte do pagamento da quadrilha. Os promotores de Santo André pretendem quebrar o sigilo telefônico de dois celulares utilizados por Severo. Apontado pela Promotoria Criminal como um dos possíveis envolvidos na morte do prefeito, o empresário Ronan Maria Pinto - denunciado por participar de um esquema de arrecadação de propina para eventualmente abastecer campanhas eleitorais do PT - estava em Campinas na noite do dia 18 de janeiro de 2002, dia em que Celso Daniel foi sequestrado.

- Não podemos afirmar nada, mas é uma coincidência considerável - disse Wider."


Comentários

MAIS LIDAS

Aberração | Filhas solteiras de senadores ganham 33 mil reais. "Isso vai acabar", diz Bolsonaro

Goooooool! | Governo decide acabar com auxílio-reclusão

Deputados querem "gorjeta' de R$ 10 milhões pra votarem a Reforma da Previdência