Fábricas e montadoras brasileiras paralisam atividades

Imagem
Férias coletivas e adiamento de vários lançamentos, esse é o cenário que toma conta da indústria brasileira. Não tem mais componentes eletrônicos para produção e reposição em produtos industrializados. A matéria-prima produzida na China não chega mais.
Entre 20 mil a 30 mil funcionários de empresas de tecnologia da informação, especialmente de celulares e computadores, devem mudar a rotina de trabalho no curto prazo.
O número foi destacado pelo presidente da Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica (Abinee), Humberto Barbato, que levou em conta pesquisa feita com 50 empresas do setor. De acordo com o levantamento, a produção do primeiro trimestre deverá ficar 22% abaixo da inicialmente projetada por essas companhias em razão do coronavírus.

Arábia Saudita e Rússia ameaçam romper relações com Brasil. Agora ficou bonito!

Radicais islâmicos que condenaram a presença militar americana em solo saudita tempos atrás, agora voltam os olhares para o Brasil após a decisão do presidente Jair Bolsonaro que autorizou instalação de uma base militar estadunidense em solo brasileiro.

Uma boa parte da população local considera o apoio logístico aos Estados Unidos uma prova da "subserviência" do Brasil ao governo americano e, portanto, uma afronta aos árabes.

Na Arábia Saudita as tropas americanas trouxeram mais prejuízos do que retorno. A presença de militares inibiu acordos internacionais e foi vista como ameaça por aliados árabes.

A Rússia também se manifestou através da imprensa que não vê com bons olhos a aproximação de tropas militares em Alcântara. Putin vai reunir com a cúpula militar da Rússia, conforme informou à imprensa, para analisar o acordo de cooperação do Brasil e EUA.

Alcântara será, segundo o Planalto, uma base para lançamento de foguetes. 

No cenário internacional a decisão do Brasil gera preocupação com avanço militar americano sobre a América do Sul.

Com informações do The Telegraph




Comentários

  1. So esperamos que com este acordo mais adiante não seja derrubado Sangue Brasileiro

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Algum deles, lacaios de americano se preocupa com sangue brasileiro?

      Excluir
    2. A maioria dos brasileiros pediram isso quando votaram em Bolsonaro.

      Excluir
    3. Eu votei e voto quantas vezes se fizer necessário. Eu que meu país limpo de corruptos e covardes,nunca de joelhos diante de uma ameaça externa!

      Excluir
  2. O CONGRESSO brasileiro tem a OBRIGAÇÃO de BARRAR este plano TRAIDOR do DESGoverno de DIREITA como já o fez em outros tempos ..

    ResponderExcluir
  3. A Arabia Saudita não tem do que reclamar já que deixaram os americanos instalarem bases em seu territorio . E todos sabem q os Sauditas financiam o ISIS e também estão envolvidos na Guerra da Siria apoiando os rebeldes que iniciaram o conflito . Então fiquem quietos , pois vcs são tão lacaios americanos quanto os pateticos direitistas do Brasil .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sem americanos em solo Brasileiro, se eles não liberam vistos para brasileiros, para que reabrir essa estação para eles? O utimoú governo que fez isso foi o FHC. No governo Lula o contrato não foi refeito, e se não me engano o governo começou a lançar seus próprios foguetes com satélites.

      Excluir
  4. Falta o link da matéria no The Telegraph para corroborar.

    ResponderExcluir
  5. ...ameaças....ameaças...ameaças....ameaças...ameaças....afff ate minha virgindade ameça voltar kkkkk

    ResponderExcluir
  6. Esse desgoverno já deu seu tempo, além da recessão igual a Argentina com feddmldese altíssimo com reajuste salarial até pior do que TEMER com cultivo do ódio através da cultura do ódio com seu povo dissemina o ódio por onde passa ja não basta ser apoiar Trump na questão do petróleo da Venezuela ainda procura criar desafetos com população árabe está chamando o país para guerra.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

MAIS LIDAS

Maduro mandar queimar lojas da Maçonaria sob acusação de organização criminosa

Mamata | General corta contratinho de R$ 30 milhões para manter jornalistas no exterior

VÍDEO. Tratores com jatos lançam fezes sobre Parlamento francês