Pastor admite estupro de menor mas culpa o demônio

Imagem
O pastor de uma igreja na cidade de Gaithersburg, no estado de Maryland (EUA), foi preso nesta quarta-feira (25) após ser acusado de uma tentativa de estupro por uma menina que frequentava o local. Ao ser questionado sobre o abuso, ele afirmou que foi levado a atacar a vítima por 'demônios internos'.
Segundo informações da rede de TV norte-americana NBC, o home, identificado como Octavio Cantarero, de 42 anos, é pastor na Igreja Pentecostal Príncipe da Paz e teria invadido o quarto da jovem, que não teve a idade revelada, enquanto ela dormia.
No depoimento, a vítima afirmou que acordou com Cantarero já em cima dela, mas que conseguiu lutar com ele e fugir do quarto. Após a tentativa de estupro, ele teria tentado abafar o caso e silenciar a garota com alguns presentes, além de prometer que a colocaria em uma escola e até pagaria o aluguel de uma residência, caso ela quisesse se mudar.
Ainda de acordo com a publicação, a menina vivia em um dos quartos da igreja desde o último di…

Witzel marca mais um golaço no Rio. Comando da PM determina o fim do Baile da Gaiola, a orgia do FUNK

O "Baile da Gaiola" é o tipo de evento que parece criação de macho primitivo, dos tempos das cavernas. No "evento", as meninas são colocadas para dançar dentro de uma jaula, no meio da pista. Para piorar a propaganda do "baile", os organizadores lançam o concurso da saia mais curta. Quem ganhar, leva um combo de bebida. É a tal objetificação da mulher na lata, sem censura.

Figuras como Nego do Borel, MC Kevinho e outros que costumam comparecer em programas de televisão já foram flagrados nesse tipo de evento.

O comando geral da Polícia Militar, após reunião com o governador Witzel, acaba de informar que determinou o fim do ”Baile Da Gaiola”. O baile funk da Vila Cruzeiro já estava 'na mira' na área de Segurança desde janeiro, quando os novos gestores do Estado assumiram, com a missão de não dar tréguas aos criminosos que agem nessas ocasiões.

O Funk está na mira da Justiça e do novo aparelho de segurança pública do Rio de Janeiro que promete diversão e entretenimento sem tráfico e orgias.

O próprio Wilson Witzel, tem alertado os comandantes que fará exonerações nos quartéis da PM onde não haja repressão a eventos. Ele também determinou que batalhões operacionais façam fiscalização rigorosa em locais onde existem bailes financiados pelo tráfico.


Comentários

MAIS LIDAS

Aberração | Filhas solteiras de senadores ganham 33 mil reais. "Isso vai acabar", diz Bolsonaro

Goooooool! | Governo decide acabar com auxílio-reclusão

Deputados querem "gorjeta' de R$ 10 milhões pra votarem a Reforma da Previdência