URGENTE: Bolsonaro é acusado de golpe contra o Estado

Imagem
É grave a denúncia que o presidente Jair Bolsonaro está disparando de seu celular pessoal vídeo em tom dramático, com cenas de "facada" em Juiz de Fora e apelo para a manifestação do dia 15 de março, na avenida Paulista onde pede o fechamento do Congresso Nacional.
Vários veículos da imprensa brasileira repercutem a notícia que caiu feito bomba e pegou até mesmo os militares de surpresa.
Mais cedo o general Santos Cruz classificou de "irresponsabilidade" o banner onde saia a convocação  com imagens de generais, em alusão as Forças Armadas.
Nesse momento uma reunião de emergência está sendo convocada para analisar a postura do presidente.

Venezuela fecha fronteira. ALERTA MILITAR

Militares apoiadores de Nicolás Maduro declararam alerta militar e decidiram fechar todas as fronteiras para evitar possível invasão territorial pelas tropas que apoiam o presidente interino Juan Guaidó. A ajuda humanitária armazenada em Brasil, Colômbia e Curaçao, ilha com a qual Caracas foi impedida de ser entregue e permanece armazenada em portos e aeroportos.

Nicolás Maduro disse ter recebido nesta terça-feira uma promessa de “lealdade” em reunião com “1.000 comandantes militares”, realizada na véspera da mobilização convocada por Guaidó para acompanhar as brigadas de voluntários que vão buscar a ajuda humanitária nas fronteiras.

“A Força Armada permanecerá mobilizada e alerta ao longo das fronteiras (…) para evitar qualquer violação da integridade de seu território”, assegurou o ministro da Defesa, general Vladimir Padrino.

Reconhecido por cerca de 50 países como presidente interino, Guaidó liderou uma discussão no Congresso, de maioria opositora, que aprovou a entrada da ajuda. “É uma ordem direta para a Força Armada, que deve cumprir de forma imediata”, assegurou.


Comentários

Postar um comentário

MAIS LIDAS

Deputados negociam para votarem a Reforma da Previdência

Maduro mandar queimar lojas da Maçonaria sob acusação de organização criminosa

Arábia Saudita e Rússia ameaçam romper relações com Brasil. Agora ficou bonito!