George Soros investirá 1 bilhão de dólares. Pra quê?

Imagem
O bilionário George Soros anunciou na noite desta quinta (23) que investirá US$ 1 bilhão (cerca de R$ 4,2 bilhões) na criação de uma rede acadêmica para lutar contra os “ditadores de agora e em gestação” e as mudanças climáticas.
A iniciativa, batizada de Open Society University Network, foi divulgada num discurso em seu tradicional jantar anual durante o Fórum Econômico Mundial, em Davos, na Suíça.
Segundo nota publicada no site da fundação de Soros, a Open Society Foundation, o objetivo do projeto é conectar instituições de ensino superior pelo mundo, oferecendo cursos e programas de graduação conjuntos e pensado para reunir estudantes e professores de diferentes países.
A rede buscará alcançar lugares que não possuem educação de qualidade e busca promover os valores da liberdade de expressão e da diversidade de crenças, entre outros.
Soros ainda destilou duras críticas contra o posicionamento político e administrativo do presidente Jair Bolsonaro. O bilionário garante que o Brasil …

Governo muda a Lei Rouanet e deixa famosos de fora

O governo anunciou relevantes mudanças na concessão de benefícios para captação de recursos via Lei Rouanet.

A partir de agora, haverá uma retenção da quantia máxima reservada a um projeto.

Até o governo anterior, a verba destinada era de R$ 60 milhões. Com a nova medida, passará para R$10 milhões.

De acordo com o presidente Bolsonaro, os órgãos da Caixa Econômica Federal, Banco do Brasil, Petrobras e BNDES vão financiar projetos de artistas que não têm visibilidade.

O governo também anunciou que mudará o foco de atuações — que sairá do cenário Rio de Janeiro-São Paulo — envolvendo artistas do interior, como forma de incentivo e valorização dos nomes locais de cada região.

Todo o processo de análise e seleção ficará por conta do Ministério da Cidadania, comandado por Osmar Terra.

Comentários

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Os "artistas" já conhecidos podem se apresentar em Cuba, Venezuela, Guatemala, Bolívia, Filipinas, Iraque, Síria, etc.

    ResponderExcluir
  3. Parabéns. Os artistas com pouca visibilidade do país inteiro agradecem! Valeu novo governo de um novo Brasil.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

MAIS LIDAS

Deputados querem "gorjeta' de R$ 10 milhões pra votarem a Reforma da Previdência

Maduro mandar queimar lojas da Maçonaria sob acusação de organização criminosa

Arábia Saudita e Rússia ameaçam romper relações com Brasil. Agora ficou bonito!