Pastor admite estupro de menor mas culpa o demônio

Imagem
O pastor de uma igreja na cidade de Gaithersburg, no estado de Maryland (EUA), foi preso nesta quarta-feira (25) após ser acusado de uma tentativa de estupro por uma menina que frequentava o local. Ao ser questionado sobre o abuso, ele afirmou que foi levado a atacar a vítima por 'demônios internos'.
Segundo informações da rede de TV norte-americana NBC, o home, identificado como Octavio Cantarero, de 42 anos, é pastor na Igreja Pentecostal Príncipe da Paz e teria invadido o quarto da jovem, que não teve a idade revelada, enquanto ela dormia.
No depoimento, a vítima afirmou que acordou com Cantarero já em cima dela, mas que conseguiu lutar com ele e fugir do quarto. Após a tentativa de estupro, ele teria tentado abafar o caso e silenciar a garota com alguns presentes, além de prometer que a colocaria em uma escola e até pagaria o aluguel de uma residência, caso ela quisesse se mudar.
Ainda de acordo com a publicação, a menina vivia em um dos quartos da igreja desde o último di…

Vai, Damares! | 400 pastores flagrados em site de relacionamentos extra-conjungais

A ação do grupo hacker Impact Team que levou à revelação de uma lista de pessoas cadastradas no site de encontros extraconjugais Ashley Madison causou grande impacto no meio cristão. Ao menos 400 pastores e líderes evangélicos do Canadá e Estados Unidos foram flagrados nos arquivos.

A revelação dos nomes das pessoas que se cadastraram no site para conseguirem encontros extraconjugais causou enorme rebuliço entre os usuários como um todo, com grande destaque por parte da imprensa.

Com o slogan “A vida é curta. Curta um caso“, o site se tornou alvo dos hackers, incomodados com o incentivo à infidelidade conjugal, mas principalmente, indignados com a mentira contada pela empresa responsável de que todos os dados seriam apagados dos registros, caso os usuários contratassem um serviço específico.

“Para os invasores, esse serviço é uma fraude, pois as informações de pagamento do usuário – incluindo o nome completo – continuam armazenadas pela empresa”, comentou o especialista Altieres Rohr, no blog Segurança Digital, do G1. Assim, para provar que o site mentia, os hackers invadiram e revelaram a lista de usuários cadastrados.


Comentários

MAIS LIDAS

Aberração | Filhas solteiras de senadores ganham 33 mil reais. "Isso vai acabar", diz Bolsonaro

Goooooool! | Governo decide acabar com auxílio-reclusão

Deputados querem "gorjeta' de R$ 10 milhões pra votarem a Reforma da Previdência