Coronavírus no Brasil: Ministério da Saúde nega. Quem acredita no Ministério?

Imagem
Agentes de Saúde, do estado de Minas Gerais, acionaram o sinal de alerta sobre a suspeita de infecção pela bactéria do #coronavírus em uma paciente, que deu entrada com sintomas semelhantes ao que está sendo apresentado na China.
O caso está sendo acompanhando e investigado pela SES (Secretaria Estadual de Saúde), e tratado como 2019-nCoV. A secretaria informou que mais detalhes serão repassados ainda nesta quarta-feira (22).
A idade e a identidade do paciente ainda não foram confirmados. As autoridades chinesas identificaram o novo coronavírus, que resultou em mais de 400 casos confirmados no país asiático. O primeiro caso nos Estados Unidos foi anunciado em 21 de janeiro de 2020.
O Ministério da Saúde nega
O Ministério da Saúde contrapôs a informação prestada pela SES-MG onde afirma que não há comprovação que seja o mesmo vírus. A questão é: quem acredita na informação do governo?
O ano de 2019 foi marcado por desinformação promovida principalmente pelo presidente Jair Bolsonaro e diver…

Política e Poder | Sem cartão corporativo Bolsonaro come em bandejão em Davos

O presidente Jair Bolsonaro viajou para Davos acompanhado de sua comitiva e o ministro Sérgio Moro. A diferença neste encontro daquele que aconteceu nos governo Lula e Dilma Rousseff é desta vez os representantes brasileiros foram sem o cartão corporativo.

O famigerado cartão corporativo é o passe-livre para gastanças de agentes públicos inescrupulosos. Nele as despesas não são descritas e algumas são protegidas por sigilo. Lula e Dilma quando estiveram em Davos hospedaram em hotel cuja diária era R$ 26 mil por pessoa. Um tremendo absurdo. Tudo pago no cartão corporativo.

Bolsonaro e Sérgio Moro estão hospedados num hotel simples bem próximo ao local do evento e fazem suas refeições nos chamados bandejões, são os restaurantes populares. Davos, bem diferente do Brasil, prima pela qualidade da alimentação e oferece comida boa e barata pra quem quiser economizar.



Comentários

  1. O Presidente, foi comer nesse restaurante, para conhecer e implantar, esse sistema de restaurante para implantar aqui no Brasil, visando a classe de renda mais baixa.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

MAIS LIDAS

Deputados querem "gorjeta' de R$ 10 milhões pra votarem a Reforma da Previdência

Maduro mandar queimar lojas da Maçonaria sob acusação de organização criminosa

Arábia Saudita e Rússia ameaçam romper relações com Brasil. Agora ficou bonito!