Policiais disparam contra o rosto de uma mulher

Imagem
Elizangela Moraes, 44 anos, estava sentada em um banco com o namorado no município de Sorriso (MT), a 420 quilômetros de Cuiabá, quando os dois militares viraram uma esquina e efetuaram os disparos. Ela foi baleada no rosto e no pescoço.
Segundo testemunhas, os policiais Ezio Sousa Dias e Webert Batista Ribeiro, ambos de 30 anos, se envolveram em uma confusão em um bar. Os dois foram presos em flagrante. 
O namorada da vítima, Osvaldo Pereira Gomes Neto, disse, no entanto, que não havia confusão. "Eles nem falaram com a gente, não conhecíamos eles. Nós temos que respeitar a polícia em uma abordagem, porque somos pessoas de bem, mas eu pergunto, o que justifica esse tiro?", questiona. Seu relato foi publicado no G1.
(com informações do G1)



Política | Todos contra Renan Calheiros

A pulverização de candidatos na disputa pela presidência do Senado não favorecerá o emedebista Renan Calheiros — é o que prometem os candidatos de partidos pró-Bolsonaro na Casa. Há pelo menos 7 senadores em campanha pela cadeira de Eunício Oliveira e cinco deles acertaram um acordo de cavalheiros: liberdade para buscar votos até a última semana anterior à eleição, quando então haverá uma aglutinação em torno daquele que demonstrar ter melhores condições de vencer Calheiros, hoje considerado favorito e hostil ao novo governo.

Caso os candidatos não se unam para derrotar o emedebista, é certa a vitória de Renan. Há rumores que o presidente Jair Bolsonaro está preocupado com o resultado. Renan significa um enorme obstáculo sobre as propostas do governo.




Comentários

MAIS LIDAS

Deputados querem "gorjeta' de R$ 10 milhões pra votarem a Reforma da Previdência

Maduro mandar queimar lojas da Maçonaria sob acusação de organização criminosa

Arábia Saudita e Rússia ameaçam romper relações com Brasil. Agora ficou bonito!