Coronavírus no Brasil: Ministério da Saúde nega. Quem acredita no Ministério?

Imagem
Agentes de Saúde, do estado de Minas Gerais, acionaram o sinal de alerta sobre a suspeita de infecção pela bactéria do #coronavírus em uma paciente, que deu entrada com sintomas semelhantes ao que está sendo apresentado na China.
O caso está sendo acompanhando e investigado pela SES (Secretaria Estadual de Saúde), e tratado como 2019-nCoV. A secretaria informou que mais detalhes serão repassados ainda nesta quarta-feira (22).
A idade e a identidade do paciente ainda não foram confirmados. As autoridades chinesas identificaram o novo coronavírus, que resultou em mais de 400 casos confirmados no país asiático. O primeiro caso nos Estados Unidos foi anunciado em 21 de janeiro de 2020.
O Ministério da Saúde nega
O Ministério da Saúde contrapôs a informação prestada pela SES-MG onde afirma que não há comprovação que seja o mesmo vírus. A questão é: quem acredita na informação do governo?
O ano de 2019 foi marcado por desinformação promovida principalmente pelo presidente Jair Bolsonaro e diver…

Política e Poder | Marcelle Cangussu a médica da Vale que os criminosos assassinaram

A médica Marcelle Porto Cangussu, de 35 anos, é a primeira vítima identificada do rompimento da barragem da Vale na cidade de Brumadinho (MG). Ela trabalhava na mineradora desde 2015. Os rejeitos da barragem da Mina do Córrego do Feijão atingiram nesta sexta-feira as instalações da área administrativa da empresa.

Por meio das redes sociais, familiares e amigos lamentaram a morte de Marcelle. “Comunico o falecimento de minha filhinha Marcelle. Na tragédia de Brumadinho”, escreveu Rimarque Cangussu, pai da médica, no Facebook. “Amigos, comunico que a minha sobrinha Marcelle, foi uma das vítimas desta tragédia em Brumadinho. Ela era médica da Vale. Estamos devastados!”, postou uma tia dela.

Macelle era médica na Vale

Comentários

MAIS LIDAS

Deputados querem "gorjeta' de R$ 10 milhões pra votarem a Reforma da Previdência

Maduro mandar queimar lojas da Maçonaria sob acusação de organização criminosa

Arábia Saudita e Rússia ameaçam romper relações com Brasil. Agora ficou bonito!